Regina Miki

A secretária nacional de Segurança Pública ocupa a tribuna do Salão Diplomata, do Hotel Embaixador para falar na abertura do Seminário Nacional de Polícia Comunitária, em Porto Alegre-RS.

Tarso Genro fala amanhã

O governador do Rio Grande do Sul não participará da solenidade de abertura do SEMINÁRIO NACIONAL DE POLÍCIA COMUNITÁRIA, na noite desta terça. Genro marcou para a manhã desta quarta-feira a sua fala com as autoridades e todos os participantes, no centro de convenções do hotel Embaixador, em Porto Alegre.
O governador gaúcho é ex-ministro da Justiça, em cuja pasta marcou sua passagem pela criação do Pronasci - Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania.

O Estado da Arte

A secretária nacional de Segurança Pública, Regina Miki, está sendo muito aguardada pelas autoridades que participam do Seminário Nacional de Segurança Pública.
Desde que assumiu a cadeira de titular da Senasp, é a primeira vez que Miki fala aos coordenadores estaduais de polícia comunitária e aos chefes de polícia que se encontram em Porto Alegre.
Por isso a expectativa no conteúdo de seu discurso.

Seminário Nacional

POLÍCIA COMUNITÁRIA
A Brigada Militar do Rio Grande do Sul é a grande anfitriã, na noite desta terça-feira, durante a abertura do Seminário Nacional de Polícia Comunitária.
Pensadores e estrategistas da área da Segurança Pública discorrerão em palestras que serão apresentadas por estes dias, em full time.
Estarão aqui os maiores nomes da área da segurança preventiva no Brasil, além de convidados de outros países.
Na solenidade de abertura desta noite, a secretária nacional de Segurança Pública Regina Miki estará presente.

Notícias de Belém

Em Porto Alegre, participando do Encontro de Coordenadores Estaduais de Polícia Comunitária, resolvi sintonizar na Rádio Clube do Pará para as notícias da minha cidade e do meu estado.
No "Última Edição", programa apresentado pelo conceituado radialista Carlos Estácio e eis as informações que recebo:
1. Sequestro relâmpago no bairro da Pedreira;
2. Cidadão estupra a sobrinha;
3. Entroncamento engarrafado;
4. Corpo carbonizado encontrado no Paar.

Oh, minha Belém. Quem vai te salvar desses males?
O que falta para nossa cidade e para nossa gente?
A culpa é de quem?
Do Poder Público?
Da polícia?
Do cidadão?
Da família?
Como diria Raymundo Mário Sobral: - Valha-nos quem?

PROERD É TEMA DE PESQUISA ACADÊMICA

Sociólogo Hermes Corrêa Bessa realizou uma importante pesquisa que interessa diretamente à Polícia Militar do Pará. 
O objeto de estudos foi o Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd), tendo como lócus o município de Santarém, oeste do Pará, onde o programa também é uma realidade positiva e de referência.

A pesquisa do sociólogo alcançou proporções relevantes, uma vez que as intervenções sociais e os dados coletados destinam-se também a auxiliar os policiais militares no aprimoramento do Proerd, que é uma atividade que objetiva atender crianças carentes da periferia de Santarém na conscientização acerca do não uso de drogas.

Os resultados do trabalho foram divulgados no II Seminário Internacional Violência e Conflitos Sociais: Prática de Extermínio, na capital cearense; 15º Congresso Internacional ABED de Educação a Distância – A procura de Inovação no Processo Ensino-aprendizagem em EAD, no Conselho Latino Americano de Ciências Sociais; e na VI Jornada de Iniciação e Pesquisa Científica do IESPES – 2009.

A conclusão da pesquisa é que os professores do Proerd conseguem despertar a consciência do não primeiro uso da droga em cerca de 95% das crianças atendidas pelo programa. Em todas as apresentações do trabalho no Pará e em outros estados o trabalho da Polícia Militar foi visto como muito positivo e eficaz.

Coordenador de Polícia Comunitária representa o Estado em seminário nacional

          Campo Grande (MS) – O Coordenador Estadual de Polícia Comunitária, tenente coronel Carlos Santana Carneiro, irá representar o estado de Mato Grosso do Sul no Seminário Nacional de Polícia Comunitária, que acontece na próxima semana, de 30 de agosto a 2 de setembro, em Porto Alegre (RS).
 
         O seminário visa contribuir para a formação de uma política nacional de orientação para o setor, com a troca de experiências e de projetos aplicados em diferentes estados. O evento é especifico para as corporações policiais, órgãos de segurança e lideranças comunitárias.
 
        Um encontro dessa envergadura é primordial para a difusão da filosofia da Polícia Comunitária, afirmou  Santana.  “Vai promover a integração entre os estados e favorecer a troca de experiências a partir das ações proativas que estão sendo realizadas em cada unidade da federação ”, ressaltou o coordenador estadual.
 
         Serão oferecidas 35 palestras, sendo que duas serão ministradas por autoridades policiais internacionais, vindas do Japão e da Argentina. Além destes, já está confirmada a presença da secretária nacional de Segurança Pública, Regina Miki, dos secretários da Segurança Pública do Rio de Janeiro, José Beltrame, do Rio Grande do Sul, Airton Michels, e do coordenador nacional de Polícia Comunitária, coronel Erisson Lemos Pita.
 
         O evento é promovido pelo Governo Federal, por meio da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), em parceria do Ministério da Justiça e do Governo do Estado do Rio Grande do Sul. O Seminário Nacional de Polícia Comunitária será realizado no hotel Embaixador, localizado na Rua Jerônimo Coelho, 354. Centro de Porto Alegre. Para mais informações sobre o evento, acesse o site oficial clicando aqui.
 
André Farinha

Curso Nacional de Multiplicador de Polícia Comunitária começa nesta terça, em Marituba


Palestra do diretor do IESP (Instituto de Ensino de Segurança do Pará marcará a solenidade de abertura do Curso Nacional de MULTIPLICADOR DE POLÍCIA COMUNITÁRIA.
O evento ocorrerá neste dia 30 de agosto (terça-feira), conforme programação a seguir:
Abertura: 10h00min
Aula Inaugural sobre o tema “Direitos Humanos”
11h00min – Ten. Cel. Carlos Emilio de Souza Ferreira
Local: Auditório do IESP
Endereço: ROD BR 316, Km 13, Marituba/PA
Traje: Militar: 5º A
          Civil: Esporte Fino   

Troca de experiências fortalece a promoção da cultura de paz nas escolas

“Os pré-fóruns estão produzindo resultados práticos no sentido da troca de experiências entre as escolas, no trabalho de prevenção a violência e promoção da cultura de paz”. A avaliação foi feita pelo gerente da Coordenadoria de Projetos Educativos da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), Allan Benitez, durante o terceiro encontro com as Escolas Estaduais de Cuiabá, localizadas na região leste. A atividade teve início nesta segunda-feira (29.08) e se estende até a terça-feira (30.08), na Escola de Governo.

A abertura do evento reuniu cerca de 80 pessoas, entre diretores, membros das comunidades de 13 escolas estaduais e entidades sociais. O dispositivo foi composto pela Coordenadora de Projetos Educativos, Janaína Monteiro; pela Superintendente de Educação Básica da Seduc, Aidê de Campos; pelo presidente da Comissão de Direitos Humanos da Assembléia Legislativa, deputado Emanuel Pinheiro; pelo delegado da Polícia Civil e coordenador da Polícia Comunitária, Abdias Dantas; pelo capitão Teodoro da Polícia Militar e pelo representante da Defensoria Pública, Bruno Barcelos.
Responsável pela coordenação dos trabalhos nos pré-fóruns, Allan Benitez citou que os dois primeiros encontros reuniram escolas das regiões norte e sul de Cuiabá. “Nessas atividades observamos que os problemas relacionados à violência no entorno das unidades e até mesmo indisciplina e atos de violência dentro delas são enfrentadas de maneira diferente pelos profissionais da educação” contou.
Ele explicou que “os diretores que possuem contato direto com os Conselhos Tutelares e a Polícia Comunitária relataram terem mais facilidade na resolução desses problemas. Essas experiências estão sendo socializadas para as escolas que ainda não possuem essa prática”, disse. 
http://www.odocumento.com.br/materia.php?id=371362
Da Redação

PEC 300: Orçamento de 2012, ducha de água fria

As medidas anunciadas pelo governo para enfrentar a crise econômica que pode durar mais do que se esperava, na avaliação da presidente Dilma Rousseff, decepcionaram os sindicalistas que se reuniram com ela na manhã de hoje, dia 29.

O governo decidiu manter “o cinto apertado” para enfrentar a crise e quer apoio do Congresso para evitar novos projetos que aumentem os gastos do Tesouro, como a PEC 300, que cria o piso salarial para bombeiros e policiais, a regulamentação da emenda 29 que reforça o orçamento da saúde, entre outras medidas de contenção.

Isto é, ao contrário do que ocorreu em 2008, o governo escolheu o caminho ortodoxo para enfrentar a crise. O êxito de 2008/2009, que deu condições para o Brasil sair da crise antes de todos os demais países, foi justamente aumentar o investimento do governo para incentivar a economia. Com base naquela política o país voltou logo a crescer.

As medidas previstas para 2012 apontam para o rumo oposto, o tradicional ajuste fiscal baseado no aumento do superávit primário (a economia do governo para pagar juros aos grandes especuladores) obtido justamente pelo corte nos gastos públicos.

Há um aceno do governo no sentido de que o “aperto do cinto” possa criar condições para a redução da taxa de juros. É uma promessa implícita nas declarações emanadas do Palácio do Planalto.

Mas é preciso considerar, nesta avaliação, o desempenho do superávit primário que, em julho, foi o mais alto desde 1997, quando começou a ser contabilizado, chegando a 11,2 bilhões de reais. No ano, o acumulado chega a 67 bilhões de reais, quase completando a meta do ano. Este desempenho resultou do aumento das receitas (22%) e do crescimento mais lento das despesas (11%) em relação ao mesmo período de 2010. É uma montanha de dinheiro que não pode ser desprezada e que deveria servir, ao contrário, para fortalecer os incentivos do governo à economia..

Esta é a base da insatisfação dos dirigentes sindicais em relação às medidas restritivas que o governo pretende incluir no orçamento de 2010. A reação dos dirigentes de três centrais (Arthur Henrique, da CUT; Paulo Pereira da Silva, da Força Sindical; e Wagner Gomes, da CTB) à conversa com a presidente foi unânime: eles a avaliaram como uma ducha de água fria.

Aumento do superávit primário “é um tipo de economia que dá dinheiro para banqueiro internacional", criticou Paulo Pereira da Silva. “O que sangra o Orçamento brasileiro é a taxa de juros”, disse Arthur Henrique. “Dilma disse que a crise mundial pode se agravar e que, por isso, há necessidade de aumentar o superávit primário [economia para pagar juros da dívida pública]. Isso para nós é uma ducha de água fria que vai levar o Brasil a perder indústrias e ser um exportador de matéria-prima”, completou Wagner Gomes.

http://www.vermelho.org.br/ac/editorial.php?id_editorial=963&id_secao=16

PEC 300 vive dia de cão


Por: Capitão Assumção

O piso salarial nacional dos bombeiros e policiais (PEC 300) levou nova investida na semana anterior, quando o Senado recebeu em audiência na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) o ministro Mantega. O debate durou exatas duas horas e quarenta e cinco minutos. Falando extensamente sobre a crise mundial aos parlamentares do Senado, começou o seu relatório de forma contraditória ao afirmar que o Brasil está mais preparado para passar pela crise atualmente do que durante o ano da quebra do Lehman Brothers (2008), citando valores de US$152 bilhões em reserva a mais do que o ano de 2008.
 
E durante a sua assertiva só falou sobre a pujança da nação brasileira, sendo muito enfático na diferença superior que o Brasil tem em relação aos demais estados nacionais exemplificando a grandiosidade de nosso mercado interno em relação aos demais países que não vivem essa realidade. Até ai tudo bem. Mas o ataque veio em seguida quando o ministro citou as despesas obrigatórias. Afirmou que as despesas de custeio precisam ser controladas, crescendo menos que o PIB e, detalhe, que novas “despesas” não possam ser criadas.

Prevendo para esses momentos uma vitória dos bombeiros e policiais dentro da Câmara, com o encerramento da votação em segundo turno da PEC 300, e imediato encaminhamento da proposta ao Senado Federal, Mantega desferiu um golpe contra a matéria: “Faço um apelo a esta Casa para que os Senadores nos ajudem a cumprir essa diretriz, que é muito importante para a solidez do Governo. Por exemplo, PEC 300, não aprovação da DRU, isso é delicado, acaba ameaçando a situação do Governo. A gente deve fazer essa contenção de gastos de custeio e não criar novos gastos de custeio, pelo menos neste ano, para abrir espaço para a continuação de investimentos e desonerações tributárias.”

Mantega, como os demais opositores ao Piso dos bombeiros e policiais, continua se utilizando de termos inapropriados para o real investimento na segurança pública brasileira. Chama a criação do piso nacional de “gasto” quando, pela sua própria especialidade na área deveria falar de investimento. A sua choldra já adquiriu esse costume quando o assunto é desmerecer uma matéria relevante para a nação em detrimento aos interesses rasteiros dos que hoje administram o Brasil. Já era de se esperar. O ministro fez o mesmo na Câmara dos Deputados no último dia 9, quando os bombeiros e policiais perderam a grande oportunidade de ocupar o plenário da Câmara e cobrar do presidente Marco Maia a imediata inclusão na pauta da PEC300.

À noite, foi a vez de Michel Temer e cerca de 120 convidados jantar com a Presidenta Dilma Roussef no Palácio do Jaburu, residência oficial do vice-presidente da República. Mesmo que aparentemente não tenha surgido nenhuma fala direta, o jantar, regado a anchova branca, filet mignon e rondelli, teve por objetivo tácito unir os parlamentares do PMDB novamente para que estes não venham a forçar a inclusão da PEC 300 na pauta. Dilma não discursou muito pois afinal, segundo ela, teriam ido ao Jaburu "para beber” e não para “conversar". Já Temer aproveitou o momento para reafirmar que o PMDB "está mais unido do que nunca" em apoio ao governo. Será?

A única ressalva positiva do dia ficou por conta da convocação do ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, à Câmara, depois que vieram à tona as denúncias de uso irregular de avião de uma empreiteira, a construtora Sanches Tripoloni. Os deputados não ficaram satisfeitos com as respostas do ministro e programarão retorno de Bernardo para nova rodada de esclarecimentos sobre esses fatos.

Esse ministro, relembrando, foi o responsável pela divulgação tendenciosa de números irreais sobre a repercussão financeira da complementação salarial da PEC 300 por parte da União aos estados: cerca de mais de R$ 40 biilhões de reais anuais. Uma grande farsa amplamente divulgada pela imprensa nacional. Ciente de uma inevitável vitória dos bombeiros e policiais tanto na Câmara quanto no Senado o governo não cessará os ataques até que tenha dissuadido completamente todo movimento em prol da PEC 300.

Aeroportos

Em pleno mês de agosto, fora do período de férias, o aeroporto de Guarulhos já apresenta dificuldades de atender a atual demanda. Imagine durante os jogos da Copa do Mundo.
Se as obras de ampliação não chegarem a tempo, enfrentaremos sérios problemas em 2014.

Copa 2014

Quem trafega pela Rodovia Presidente Dutra (eixo Rio-São Paulo), nos dias de hoje, faz prognóstico negativo quanto ao transporte na próxima Copa do Mundo, no nosso país.
O quadro hoje é de que vamos passar vergonha em 2014.
Gostaria de estar erradi em minhas avaliações.

CURSO DE PROMOTOR E MULTIPLICADOR DE POLÍCIA COMUNITÁRIA - INSCRIÇÕES

A Diretoria de Ensino e Instrução da PMPA informa a abertura das inscrições para os Cursos Nacionais de Promotor e Multiplicador de Polícia Comunitária. As atividades formativas são promovidas pela Secretaria Nacional de Segurança Pública - SENASP e coordenadas pelo Instituto de Ensino de Segurança do Pará – IESP.

I - VAGAS/PERÍODO:
MULTIPLICADOR: OFICIAIS
1.  Turma 01: de 31 ago à 19 set 2011
2.  Turma 02:  a ser definido pelo IESP
PROMOTOR: PRAÇAS
3. Turma 05: de 30 ago à 19 ser 2011

II - INSCRIÇÕES:
Ambos os cursos: 05 à 25 ago 2011, na DEI – das 07h30 às 13h30.
Somente a 2ª turma de multiplicador: até o dia 10 SET 2011, na DEI, das 07h30 às 13h30.

III - DOCUMENTAÇÃO PARA INSCRIÇÃO:
1.  Ficha de Inscrição
2.  Requerimento de Inscrição
3.  Carta Proposta
* Entregar a documentação na DEI, das 07h30 às 13h30.

IV - PRÉ-REQUISITOS OBRIGATÓRIOS DO CORPO DISCENTE:
1.  Ser Oficial PM (SOMENTE PARA MULTIPLICADOR); Ser Praça PM (PROMOTOR);
2.  Ter postura empreendedora, proativa e conhecimento da temática, missão, visão e valores de sua corporação.
3. Não ter sido punido disciplinarmente, nem sido condenado por crimes contra os costumes, a liberdade, a vida ou a administração pública.
4.  Ser VOLUNTÁRIO e compromissado com a missão de multiplicar os conhecimentos adquiridos.
5.  Ter parecer favorável do Comandante, Chefe ou Diretor, atestando que o subordinado preenche os requisitos.
6.  Ter qualificações que o habilitem a ser instrutor: boa oratória, interesse, capacidade de concentração e disponibilidade.
7.  Ter capacidade de criar, inovar, motivar e liderar os promotores de polícia comunitária.
8.  Estar apto em testes de aptidão física.
9.  Ter mais de 05 (cinco) anos de efetivo serviço.
10. Apresentar na DEI/PMPA carta proposta, esclarecendo as razões que motivaram a procura pelo curso (mínimo 20 linhas e máximo de 03 laudas).

V - DISCIPLINAS:
1.  Direitos Humanos;
2.  Gestão de Projetos;
3.  Polícia Comunitária Comparada e Troca de Experiências;
4.  Polícia Comunitária e Sociedade;03-08-2011
5.  Teoria e Prática de Ensino;
6.  Teorias sobre Polícia Comunitária;
7.  Relações interpessoais, conflitos e formas de intervenção;
8.  Estruturação dos conselhos comunitários;
9.  Gestão pela qualidade da Segurança Pública;
10. Mobilização Social;
11. Resolução Pacífica dos Conflitos – Mediação Aplicada à Polícia Comunitária;

VI - CONTATOS NA DIRETORIA DE ENSINO E INSTRUÇÃO:
1.  Telefones: (91) 3277-5577 (Seção de Especialização)
* Para acessar a documentação completa, clique AQUI.

LEI DE PROMOÇÃO DE PRAÇAS

O Presidente da Comissão responsável pela elaboração de Proposta de alteração da Lei Estadual nº 5.250 de 29 de julho de 1985 (Lei de Promoção de Praças) – Tenente Coronel PM Hélio Lisboa, comunica a todos os policiais militares desta PMPA, principalmente os praças e suas associações representativas (Subtenentes e Sargentos, Cabos e Soldados), que estará recebendo sugestões visando subsidiar os trabalhos atinentes a apresentação da proposta acima mencionada, através do e-mail: sugestoeslei5250@gmail.com, durante o período de 22 de agosto a 04 de setembro de 2011.

XV Congresso Nacional da União dos Militares Cristãos Evangélicos do Brasil será em Belém


BELÉM-Pa Com vistas ao evento que será realizado no período de 29 de setembro a 02 de outubro deste ano, em Belém – XV Congresso Nacional da União dos Militares Cristãos Evangélicos do Brasil – UMCEB, representantes da organização da atividade, à frente o Tenente Coronel PM De Souza, reuniram-se com diversas autoridades locais, com destaque para o encontro com o Subcomandante Geral da PMPA Coronel PM Carlos Oliveira, que representará o Comando da corporação nos dias do evento.

As visitas tem cunho de aproximação, divulgação e patrocínio do Congresso que reunirá, segundo estimativa dos organizadores, militares das Forças Armadas e Auxiliares de todo o Brasil e do exterior, no templo central da Igreja Assembleia de Deus, em Belém. Maiores informações são encontradas no site da UMCEB: www.umceb.com.br

Portal da PMPA

Sarney teria usado helicóptero policial para ir passear


O ex-presidente do Brasil e atual presidente do Senado, José Sarney, alvo de várias denúncias de corrupção há dois anos e que só se manteve no cargo graças à protecção do então presidente Lula da Silva, está de novo nas manchetes da imprensa brasileira por uso indevido de bens públicos. Segundo o jornal ‘Folha de S. Paulo’, Sarney usa regularmente um helicóptero da Polícia Militar do estado do Maranhão, pago pelos contribuintes, para viagens particulares.


http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/internacional/mundo/usou-heli-policial-para-ir-passear

Centro de Reprodução Animal da PM comemora nascimentos

A Polícia Militar do Pará, por meio da Clínica Médica de Reprodução Animal (CMRA), à frente o tenente coronel PM Raimundo Raiol, comemorou, nos últimos dias, o nascimento de mais três potros da raça "Brasileiro de Hipismo". São três machos e uma fêmea, que se encontram na Fazenda Itaqui, em Castanhal.

Todos os animais estão com saúde e já foram batizados com os nomes de "Bradock", "Bandit" e "Benaflor". Os filhotes foram frutos do cruzamento das éguas "Morena Flor", "Baixinha" e "Afrodite", pertencentes à Polícia Militar, com o garanhão "Alien", da raça "Arabe", que é de propriedade da fazenda Itaqui. Atualmente, a Polícia Militar conta com mais dois potros, ambos com um ano de idade, chamados de "Avatar" e "Archibald", que se encontram no Pelotão Montado do 5º Batalhão de Polícia Militar, sediado em Castanhal, para fins de treinamento.

http://www.agenciapara.com.br/nota.asp?id_nota=2987

Militares em mobilização pela PEC 300 paralisam obras da Fonte Nova

Estrategicamente a comissão nacional dos policiais militares, civis e bombeiros iniciou mais uma mobilização em busca da valorização salarial que virá caso seja aprovada a Proposta de Emenda à Constitucional (PEC 300/446).
O movimento começou na manhã desta terça-feira, em Salvador – BA, com a paralisação das obras do estádio da Fonte Nova que faz parte do cronograma da Copa do Mundo de 2014.
Os militares se uniram em busca do tão sonhado piso salarial nacional, que vem sofrendo retaliações da bancada governista na Câmara Federal.
Segundo as declarações do presidente da Câmara, deputado Marco Maia (PT), o piso salarial não deve ser aprovado na marra como querem os policiais.
Ele disse que o governo Federal precisa do aval dos governadores que são contra a aprovação da matéria.
Para o presidente da Associação das Praças Militares de Alagoas (Aspra/AL), cabo PM Wagner Simas Filho, o que esta sendo mostrado ao governo Federal é um monstro que não existe. Na opinião dele, o piso salarial não será responsabilidade total dos governos estaduais.
“É exatamente o contrário do que estão mostrando.  Os governadores não irão arcar com a equiparação em pelo menos dez anos. Até lá eles terão tempo suficiente para uma política salarial dos agentes da segurança”, disse Simas.

Assessoria ASPRA – AL

Efeitos da onda de modernidade




Meus filhos vão mudar o nome do cachorro, da raça yorkshire, que eles criam aqui em casa: deixa de ser GUGA para ser GOOGLE.
Sinal dos tempos.

COPM revive domingo festivo

Na manhã deste domingo, o Clube dos Oficiais voltou a brilhar.
O torneio início de futebol marcou a volta dos atletas e da família ao COPM.
O Comando Geral foi campeão do torneio, mas o que deve ser comemorada é a alegria da convivência com os amigos.
Banda de música da PMPA alegrou ainda mais a manhã.

Parabéns à diretoria do COPM.

Conselho de Segurança é uma realidade em Juruti

O Conselho de Segurança ( CONSEG ) é uma realidade na cidade de Juruti,oeste do Estado do Pará.
A mobilização ficou a cargo da Policia Militar do Pará , pelo 1º TEN PM Helder Esquerdo, comandante do destacamento PM local.
A posse da primeira diretoria aconteceu no sábado, no auditório da secretária municipal de saúde e contou com a presença do comandante do CPR-I, coronel  Eraldo Paulinho e do comandante da 12ª CIPM, capitão  Marcelo Ribeiro e vários segmentos da sociedade Jurutiense.
O presidente empossado do CONSEG-Juruti é o professor José Nei da Silva Souza , que atua na rede municipal de ensino, onde sua diretoria composta por vários membros, pelo período de dois anos, estará com o objetivo de identificar e mobilizar os segmentos representativos da comunidade em geral para, juntos aos órgãos do sistema de segurança pública do Estado, planejar e promover ações de prevenção à violência, à criminalidade e outros fatores da segurança pública em Juruti.
Para o CEL PM Eraldo Paulino, "o CONSEG é de suma importância, pois será um órgão fiscalizador das ações de polícia  e colaborador na mobilização e participação na comunidade para o despertar de sua responsabilidade no bem estar da coletividade, constituindo-se num agente de mudança para uma sociedade mais segura".
O capitão Marcelo Ribeiro considera  as açlões de polícia comunitária como  "a gestão democrática da segurança pública no municipio de Juruti, onde isso representa um avanço significativo na promoção da Paz Social, pois o CONSEG estará viabilizando sugestões e propostas às autoridades, que certamente trará grandiosos beneficios a qualidade de vida aos seus moradores", diz o comandante da 12ª CIPM. 
    O Conselho constitui-se um canal democrático de comunicação privilegiado, pelo qual a Secretaria de Estado de Segurança Pública, obtém subsídios da sociedade para otimizar e definir ações prioritárias de segurança, para a cultura de paz e a não-violência, sob o controle da própria comunidade.

PM em Capanema: Comando Regional VII comemora aniversário de criação



CAPANEMA/PA - O Comando de Policiamento Regional VII, sediado no município de Capanema, comemorou seu 5º aniversário de criação no dia 12 de agosto. O evento foi realizado em solenidade interna, no Auditório "Frei Leônidas Vavassori", em Capanema.


A solenidade foi presidida pelo Coronel PM Rolian Silva, Comandante do CPR VII, que recordou a criação do CPR VII, pelo Decreto nº 2362 de 31 de julho de 2006 e elogiou a presença maciça dos Oficiais e Praças da Unidade que estiveram no evento; bem como, de diversos familiares e personalidades convidadas.


Foram entregues as láureas do “Mérito Pessoal” a dez policiais militares, em razão dos relevantes serviços prestados a corporação e também certificados de  "Destaque Operacional".


O Capitão PM Fábio Rayol, Chefe de Seção do CPR VII, ressaltou que o projeto motivacional "Qualidade em serviços - Destaque Operacional" foi idealizado para incentivar o aperfeiçoamento individual e coletivo dos policiais e objetiva melhorar os serviços prestados à sociedade por parte dos policiais do comando.

 Portal da PMPA

OFICIAL DA PM SE ESPECIALIZA EM MISSÕES ESPECIAIS


A Polícia Militar do Pará encaminhou o Tenente PM Albinésio DUARTE, lotado na Companhia Independente de Operações Especiais para participar do Curso de Especialização em Operações Especiais 2011, que será realizado na Polícia Militar do Rio Grande do Sul no período de 29 de agosto a 16 de dezembro.

O Curso visa qualificar policiais para as ações de missões especiais, como as desenvolvidas pela CIOE no Estado; atividades que tem demonstrado o trabalho sério e de treinamento contínuo que a referida tropa realiza em atividades que envolvem artefatos explosivos, tiro de precisão, invasão de edificações, combate a ações criminosas de grande vulto, manifestadas através de atos que superam o poder de ação das unidades policiais convencionais e alcançam grande repercussão no seio da sociedade.

SARGENTO FERREIRA RECEBE MEDALHA DE DEDICAÇÃO AOS ESTUDOS

Portal da Polícia Militar do Pará

Na manhã da última sexta-feira (19) o 3º Sargento PM Adalberto Ferreira da Silva, recebeu das mãos do Gvernador Simão Jatene, que estava acompanhado do Comandante Geral da PMPA Coronel PM Mário Solano e do Chefe da Casa Militar da Governadoria do Estado - Tenente Coronel PM Noura, a medalha “General Ferreira Coelho – Dedicação aos Estudos”, em reconhecimento ao primeiro lugar conquistado pelo militar quando da conclusão do Curso de Formação de Cabos da Polícia Militar.

“Essa medalha é uma forma de reconhecimento por sua dedicação e pela vontade de ter qualificação. Divida essa honra com seus colegas de trabalho e sua família”, foram as palavras do Comandante Supremo da Força, o Governador do Pará, que logo em seguida a aposição da medalha, assinou o decreto, que será publicado no Diário Oficial do Estado da próxima semana, ratificando a premiação ao policial.

O Sargento PM Ferreira possui mais de 15 anos na corporação e destacou o estímulo e o orgulho por ter recebido a comenda que o coloca no rol dos primeiros colocados de cursos militares na PMPA ao mesmo tempo que impõe a responsabilidade de sempre buscar o aprimoramento de suas atividades e o profissionalismo em suas ações policiais militares.
Foto: Cristino Martins / Agência Pará

Início do curso foi adiado

O IESP (Instituto de Ensino de Segurança do Pará) informou que o início do CURSO NACIONAL DE MULTIPLICADOR DE POLÍCIA COMUNITÁRIA foi adiado para o dia 01 de setembro deste ano.
Ainda há vagas para oficiais da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros, bem como para delegados da Polícia Civil.

Espia só!

Na Seção ESPIA SÓ! , eu trago para os leitores do blog SAIBA DAS COISAS duas fotografias da Peixaria Rayana, em Santarém:
 O Sr. Raymundo (na foto comigo, em 2007), proprietário da PEIXARIA RAYANA, conquistou a preferência dos santarenos e dos visitantes da bela cidade de Santarém. Todos os eventos que eu fazia, quando comandava o 3º BPM e o CPR I (sediados em Santarém), sempre terminavam nessa agradável peixaria.
Quando, agora, tenho oportunidade de ir a Santarém, já encomendo meu tambaqui assado na brasa, desde Belém. Na foto acima (registrada em 2007), o sr. Raymundo está assando, na brasa, uma das delícias disponibilizadas aos seus clientes da Peixaria Rayana.
Recomendo visitar quando for a Santarém!

Policiais participam de Curso Nacional de Gestor de Policiamento Comunitário

Campo Grande/MS - Começou nesta segunda-feira (15) o Curso Nacional de Gestor de Policiamento Comunitário – Sistema Koban, que irá capacitar subtenentes, sargentos e cabos da Polícia Militar que atuam na administração de Bases Comunitárias de Segurança e na prática da Polícia Comunitária.

O Curso está sendo realizado nas dependências da Companhia Independente de Gerenciamento de Crises e Operações Especiais (Cigcoe) e busca demonstrar a necessidade do exercício de uma polícia voltada à defesa dos direitos humanos e da cidadania, unindo eficiência e eficácia tanto na esfera preventiva quanto repressiva", informou o coordenador estadual de Polícia Comunitária, tenente coronel Carlos Santana Carneiro.

Ao todo, 40 policiais militares de Campo Grande, Corumbá, Jardim, Três Lagoas e Chapadão do Sul estão participando do curso, que termina nesta sexta-feira (19). Com carga horária de 40 horas/aula, a grade curricular tem como disciplinas: Polícia Comunitária e Sociedade, Fundamentos de Polícia Comunitária, Polícia Comunitária Aplicada, Liderança e Planejamento Operacional das Bases Comunitárias de Segurança e Prática de Ensino.

Na próxima semana, dia 22, terá início o Curso Nacional de Operador de Policiamento Comunitário – Sistema Koban, voltado para os soldados da Polícia Militar que já atuam e para os que atuaram nas Bases Comunitárias de Segurança existentes e no desenvolvimento do policiamento comunitário.

                                                                                    Sejusp

O programa JCC, agora é JBA

O Programa Jovens Construindo a Cidadania, aplicado nas escolas municipais será substituído pelo novo programa o JBA (Jovens Brasileiros em Ação) programa genuinamente brasileiro desenvolvido pela conceituada Diretoria de Policia Comunitária e de Direitos Humanos do Estado de São Paulo; com nova logomarca desenvolvida com base nas cores da bandeira brasileira, o programa está de cara nova. É, com muito orgulho, que o responsável pelo desenvolvimento do programa no município, Soldado Santos, apresenta o novo programa, e como participante da 1ª turma de “Formação de Monitores JBA” teve a honra de ajudar na elaboração do programa, contribuindo com idéias e sugestões.


Objetivos do programa JBA: Programa de responsabilidade social que procura estimular o protagonismo (primeiro lugar em algum fato) através da prática da cidadania e da disseminação da formação de liderança juvenil, em parceria entre o Governo Federal, Governo Estadual, escolas, sociedade e empresas de capital privado, buscando preparar os jovens para o exercício da liderança na escola e na comunidade, abordando de forma prática assuntos ligados a segurança, inclusão social e a cidadania.

Logomarca: bússola estilizada, nas cores da bandeira brasileira, representando o direcionamento dado ao jovem no caminho certo e que deve ser um percurso virtuoso com a recompensa do bem ao final de sua caminhada.

Sobre a agulha da bússola encontramos a figura de um jovem, em posição de pratica de skate, devidamente paramentado com os equipamentos de segurança para a prática do esporte (capacete, cotoveleiras e joelheira), demonstrando a atitude positiva e voluntária do jovem que entende a importância e a correção do caminho escolhido, sempre dotado do conhecimento e da segurança na sua ação.
A bússola é um instrumento de orientação por excelência, e os 04 pontos cardeais representam para o jovem o conhecimento, a determinação, a confiança e a lealdade.

As cores da Bandeira Brasileira mostram o compromisso do jovem com a cidadania e a Nação, respeitando seus símbolos mais sagrados, além da heráldica das cores;

Verde (ou sinople) representa a esperança, fé, amor, gentileza, graça, lealdade e bons serviços prestados.

Azul (ou blau) representa a realiza, majestade, formosura, serenidade, caridade e justiça.

Amarelo (ouro) representa nobreza, riqueza e poder.

Branco representa a humildade, inocência, felicidade, pureza, integridade e franqueza.

“A perseverança e os bons propósitos são requisitos básicos para os que crêem em um Estado democrático de direito e pregam o respeito à cidadania, pelo qual acreditamos que toda contribuição na formação cidadã da juventude sempre será bem vinda”.

http://www.guiasaoroque.com.br/noticia/noticia.asp?id=5741

Comandante-geral da Polícia Militar disse considerar crítica do presidente do TJ construtiva


Alagoas24horas
Comandante-geral da Polícia Militar disse considerar crítica do presidente do TJ construtiva
As críticas do presidente do Tribunal de Justiça de Alagoas, desembargador Sebastião Costa Filho, foram recebidas como construtivas pelo comandante da Polícia Militar de Alagoas, coronel Luciano Silva. Em entrevista ao Alagoas24Horas, o coronel disse discordar da opinião do desembargador e que ‘militares gordinhos’ são minoria na corporação, o que não comprometeria atuação nas ruas.
No dia de ontem, o presidente do TJ avaliou a tropa da PM como mal preparada e disse que muitos estariam acima do peso, razão pela qual teria trocado – mais de uma vez - de militares cedidos para a segurança da Escola de Magistratura (Esmal).
As críticas do desembargador aconteceram um dia após o assassinato do subtenente da PM José Roque Carlos, 49 anos, ocorrido na entrada da Escola Superior de Magistratura (Esmal), no bairro do Farol. O militar foi assassinado por três homens que estavam em um Chevete de cor verde e placa não anotada. Um dos acusados desceu do veículo, efetuou os disparos e fugiu levando a arma do policial.
Para o coronel Luciano Silva, as críticas o presidente do TJ foram levadas em função da situação em que o magistrado vivenciou. “Ele fez uma crítica construtiva em cima da assessoria militar que trabalhava na Esmal e foi levada em função da situação que ele vivenciou, mas não reflete a situação da Polícia Militar e serve para a gente ver se há desvio de padrão”, ressaltou.
Ainda segundo o comandante, os militares ‘gordinhos’ seriam a minoria insignificante da corporação e não compromete o trabalho ostensivo. “A PM busca sempre excelência do seu efetivo. Esta minoria [militares acima do peso] não representa comprometimento do trabalho. Tanto não procede que os resultados são vistos com os grandes números de ações e apreensões do militares nas ruas”, destacou.
http://www.alagoas24horas.com.br/conteudo/?vCod=109739

Parceria com a comunidade garante sucesso em ações da PM

O Comando de Policiamento da Capital da Polícia Militar esteve reunido no último dia 11 com representantes das comunidades dos bairros da Pratinha, Tapanã e dos distritos de Icoaraci e Outeiro, todas incluídas na circunscrição do 10º Batalhão de Polícia Militar. Na ocasião, o CPC acolheu sugestões e demandas de cada uma dessas representações acerca do policiamento na área.

A reunião, que faz parte de um calendário de encontros do CPC com as comunidades dos bairros de Belém, tem como objetivo dialogar com os moradores das áreas de maior demanda do trabalho policial, criando e solidificando vínculos de confiança e parceria, discutindo conjuntamente as ações que a Polícia Militar desenvolve nesses bairros, assim como as operações programadas para ocorrer nas próximas semanas.

O Comandante do 10º Batalhão, Tenente Coronel Jair, que esteve presente na reunião, destacou a importância de encontros como este para estreitar os laços de relacionamento da Polícia Militar com a comunidade, bem como para fortalecer a parceria já existente entre a população e a corporação.

Ligue na Rádio Nazaré

Você que acessou o blog agora, aproveite para se conectar à Rádio Nazaré e ouvir o programa ESTAÇÃO SEGURANÇA, produzido e apresentado pela Polícia Militar do Pará.
Vá no www.fundacaonazare.com.br
Caso esteja na Grande Belém, sintonize 91,3 FM e participe do programa, ligando para 4006-9251.

Hoje tem futebol no Comando Geral

Às 16h30, no campo de futebol society do quartel do Comando Geral da PMPA, ao lado do Canil, oficiais se reúnem sob a coordenação do coronel Carlos, coronel Costa Júnior e tenente-coronel Noura, para a prática de futebol.
A "bola da sexta" está virando uma tradição. Para participar, os organizadores pedem que os atletas levem um colete de treinamento azul ou amarelo. O gramado está um tapete.
Esperamos pelos apaixonados da bola, hoje à tarde.

Conviver para conhecer

"Como são admiráveis as pessoas que nós não conhecemos bem".
(Millôr Fernandes)

GABINETE DE GESTÃO DISCUTE SEGURANÇA PARA JOGO DO BRASIL

ACONTECEU É NOTÍCIA



Foi na manhã de quarta-feira (17) a reunião do Gabinete de Gestão Institucional Integrada que, entre os tópicos da pauta, discutiu o planejamento e execução das atividades da Segurança Pública para o jogo entre as seleções de Brasil e Argentina, marcado para o dia 28 de setembro de 2011, no Estádio Olímpico do Pará - o Mangueirão.

Presidida pelo Secretário de Segurança Pública e Defesa Social DPC Luiz Fernandes e contando com a participação do Comandante Geral da PMPA Coronel PM Mário Solano e demais autoridades estaduais, do município e ainda com representante dos órgãos dederais, a reunião tratou dos vários aspectos que envolvem: trânsito, segurança dos torcedores, atuação do serviço de inteligência e do monitoramento por câmeras, dentre outros que estarão em atividade por ocasião de um dos maiores clássicos mundiais do futebol.

Com a expectativa de estádio lotado e da presença da imprensa nacional e internacional, a partida envolverá um grande aparato de segurança e diversas medidas de caráter preventivo que envolverão todo o Estado a fim de garantir a segurança e um espetáculo agradável de se acompanhar e de mostrar para o mundo.





 1ª TURMA DE NIVELAMENTO FEMININO DO BPCHOQUE
 
 Após 30 dias de formação intensa, atividades que exigiram muita disposição, força e perseverança, foi realizada a cerimônia de formatura da 1ª Turma de Nivelamento Feminino de Controle de Distúrbios Civis do Batalhão de Polícia de Choque.

Vinte e duas policiais militares conseguiram concluir o curso e estão aptas a atuar quando convocadas nos diversos eventos em que se faz necessária a ação especializada e a mobilização tática do Batalhão.

O evento foi bastante prestigiado pela imprensa local, pelo Comando da Corporação, representado pelo Diretor de Ensino da Corporação Coronel PM Reis, por Oficiais e Praças da PMPA, familiares das formandas e pelo público em geral que esteve presente na sede do BPChoque, à rua Fernando Guilhom, no bairro da Cremação, em Belém.














Fotos: Rubens Santos / ASCOM PM

Câmeras de segurança ajudam na atuação da PM em Paragominas


45ª FEIRA AGROPECUÁRIA: Por ocasião da 45ª Feira Agropecuária de Paragominas, um dos maiores eventos do norte e nordeste do país, realizada de 13 a 21 de agosto, o 19º Batalhão de Polícia Militar, sob o comando do Tenente Coronel PM Rubenlúcio, montou um grande esquema de segurança a fim de garantir a tranqüilidade no município e região durante os dias do evento.

Em parceria com o Sindicato Rural de Paragominas, foram instaladas 16 câmeras de segurança, posicionadas em pontos estratégicos, dentro do Parque de Exposições Amílcar Tocantins, as quais estão sendo monitoradas para fins de facilitar o acionamento das guarnições quando necessário, as quais totalizam mais de 80 homens, envolvendo militares do 19º BPM, 13ª Zona de Policiamento e das Companhias Orgânicas, além de policiais da Rotam e Regimento de Cavalaria.

Na cidade de Paragominas, estão mais 50 câmeras de segurança, espalhadas por toda a área urbana e monitoradas por uma central que tem à frente o Tenente PM Waner.

Fonte: www.pm.pa.gov.br

MELHOR FOTO E FRASE DO ANO


"Querido Papai do Céu...
Este ano, por favor, mande roupas para todas
aquelas pobres mulheres do computador do papai. Amém."
Colaboração: Manoel Corrêa




Lixão do Aurá

Estou em reunião com representantes da Sesan (Secretaria de Saneamento de Belém), Funpapa, Promotoria do Meio Ambiente e Promotoria da Infância e da Juventude. Encaminhamentos estão sendo dados para uma força-tarefa para mudar a vida daqueles que dependem dos resíduos sólidos para sobreviver.

Coreografia do Proerd

Policial militar mostra como é a coreografia que as crianças executam nas formaturas do PROERD (Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência).

Polícia Militar prende assaltantes em Ipixuna do Pará

Na manhã de terça-feira, 16, por volta de 12h, um comerciante tinha acabado de ser vítima de assalto por dois homens armados, na área central de Ipixuna do Pará, na região nordeste do estado.

O próprio comerciante que iria fazer uma transação bancária decidiu perseguir os assaltantes, um deles efetuou disparo de arma de fogo contra vítima.

Uma guarnição composta pelos cabos Dílson e Lemos da 2ª Cia Orgânica, ligada ao 19º Batalhão de Polícia Militar, foi acionada, onde iniciaram perseguição policial. Na altura do km 96, na Rodovia BR-010 (Belém-Brasília), em um ramal de estrada vicinal, os assaltantes que fugiam em uma motocicleta foram identificados. Os criminosos fizeram outro disparo, desta vez, contra a guarnição da PM.

Uma ação rápida, os policiais conseguiram prender os dois assaltantes. Trata-se de Leandro Chaves de Castro e Renan Miranda dos Reis. Com a dupla, a polícia encontrou um revolver calibre 38 e quatro munições intactas. Em seguida tanto Leandro e Renan, foram apresentados na Delegacia de Ipixuna do Pará, onde foram autuados em flagrante por assalto a mão armada.

 A 2ª Cia de Polícia Militar, tem à frente o sargento Borges, faz parte do 19º Batalhão de Polícia Militar, comandado pelo Tenente-Coronel Rubenlucio e Major Dênis, unidade militar subordinada ao Comando de Policiamento Regional VI, que tem à frente a Tenente-Coronel Almendra.
Por Bruno Nascimento

Oração do policial militar

Senhor,
a nossa missão é essencial na defesa da vida pelo bem da comunidade.
Ajudai-nos a combater os criminosos.
Dai-nos fortaleza para superar as dificuldades encontradas em nossos quarteis, nas ruas e em nossos serviços diários.
Protegei, Senhor, todos os policiais militares para que ao retornarem de cada missão que for confiada, encontrem suas famílias em paz, sob os cuidados de Deus.
Assim seja!
Padre Eloi Wayth
Capelão Militar
Polícia Militar do Pará

Erguei as mãos

Comprei um DVD nas Lojas Americanas e quero recomendar aos leitores do blog.
Sob o título ERGUEI AS MÃOS - Vol. II, da LGK Music, o DVD reúne os padres Marcelo Rossi, Antônio Maria, Zezinho, Fábio de Melo e outros cantores de Deus.
Muito legal.
Preço promocional: R$ 19,90.
Gosto muito da faixa "O Caderno", interpretada por Fábio de Melo, que eu canto para minha filha Manoela, de 12 anos.

Cobrança em 2014

Segundo um apresentador de programa esportivo da Rádio CBN/RIO, o Brasil é o único país que ainda não conseguiu ser campeão dentro de casa.
Considera o radialista que a cobrança será maior do que em 1950, quando deixamos escapar o título em pleno Maracanã.

Morreu de câncer o dono do tradicional Pirata Bar, em Fortaleza

Tradicional casa de forró é conhecida por suas festas às segunda-feiras.
Júlio Pirata Trindade, como era conhecido, morreu de câncer no dia 31 de julho deste ano.

Leonardo Heffer Do G1 CE
Morre Júlio Trindade, dono do tradicional Pirata Bar, em Fortaleza (Foto: Divulgação/Pirata Bar) 
(Foto: Divulgação/Pirata Bar)
O empresário Júlio Trindade, 65 anos, dono da tradicional casa de forró Bar do Pirata, na Praia de Iracema, em Fortaleza, morreu de câncer no cérebro na noite do dia 31 de julho.
A casa, que funciona somente às segundas-feiras, tinha fama internacional, e recebia, segundo administração do bar,  cerca de 2,3 mil pessoas por noite.


Nascido em 10 de março de 1946 em Lisboa e naturalizado brasileiro, Julio Pirata Trindade como era conhecido pelos amigos, viajou pelo mundo com a mulher e o filho em busca do lugar ideal para morarem.
Passaram por França, Estados Unidos, Canadá, até chegarem ao Brasil em 1981. A primeira residência foi em Salvador, onde ajudou a fundar o projeto Tamar, de proteção a tartarugas marinhas.
Em 1985, chegou ao Ceará, no município de Amontada, litoral oeste do estado, onde ajudou a famílias locais a buscarem melhores condições de vida. Em 1991, criou a Fundação Pirata Marinheiro, com atividades voltadas para educação e cidadania, além da preservação ambiental e desenvolvimento comunitários em Fortaleza, Itapipoca e Amontada.

http://g1.globo.com/ceara/noticia/2011/07/morre-de-cancer-o-dono-do-tradicional-pirata-bar-em-fortaleza.html

Sete de Setembro

Tenente-coronel Hilton será o comandante da tropa representativa da Polícia Militar do Pará, no dia 7 de setembro.

Vacarezza quer tirar PEC 300 da pauta do Congresso para 2011

PEC 300 só será votada na marra


Fazer uma pequena retrospectiva do que aconteceu em Brasília nesses dias 9 e 10 é importante, principalmente porque as próximas ações exigirão um caráter excepcional de praticidade e não de lero-lero. Toda a conversa fiada que se viu na última terça e quarta foi uma repetição de uma etapa que já havíamos superado em um passado recente. voltamos atrás.

Com o desenrolar das manifestações concentradas dentro de um único espaço, auditório Nereu Ramos, no primeiro dia (9), obviamente que o movimento ganhou densidade mas ao tempo em que se multiplicavam os oradores para pronunciar as suas falas o tempo ia passando e o objetivo imediato ia perdendo o foco: a coleta da assinatura do único líder que faltava, o do PT, deputado Paulo Teixeira (PT/SP). Quando foi formada uma comissão, por iniciativa do deputado Mendonça Prado (DEM/SE), diga-se de passagem, um grande guerreiro dos bombeiros e policiais brasileiros, o grupo de representantes de diversos estados, ao localizar o líder do PT, obteve um belíssimo “não” como resposta.

Ora, diante da recusa do deputado Paulo Teixeira (PT/SP) em assinar a colocação na pauta da PEC 300, ficou nítido que esta etapa estava queimada. Diante desse quadro, os bombeiros e policiais, acantonados dentro do auditório, ouviram muitas propostas mas somente uma, concreta, vai tirar o sono do deputado Marco Maia (PT/RS) e do governo federal: a retirada dos nomes dos parlamentares que compõem a disfarçada “Comissão Especial da PEC 300”, fantasia criada ano passado para aniquilar de vez a PEC 300. com essa sugestão, imediatamente muitos parlamentares vieram até o plenário retirar o seu nome do rol dessa comissão “enrolativa”. O resto das ações foi uma repetição dos movimentos anteriores já acontecidos dentro da Câmara: muita enrolação.

No momento da recusa de Paulo Teixeira (PT/SP) em assinar a inclusão, adotou-se a já costumeira ida ao presidente da Câmara, deputado Marco Maia, mas para o dia seguinte. Sugeri, por conhecer as artimanhas dos deputados aliados ao governo federal, que os bombeiros e policiais fizessem os seus protestos dentro do plenário da Câmara, já temento um desenrolar enfadonho, mas fui voto vencido. Estabeleceu-se que todos dormiriam no auditório para no dia seguinte ouvirem o blá blá blá de Marco Maia. Tal fato aconteceu. O presidente Marco Maia colocou todos no bolso. Com um detalhe: ainda tripudiou. Posou para foto ao lado dos representantes e concluída a farsa declarou para a mídia corporativa que ele “permitiu” que os manifestantes “dormissem” no auditório Nereu Ramos e que não admitiria mais tal constrangimento.

Para piorar, Marco Maia forçou uma desarticulação do movimento ao lançar mão de uma frase que já virou jargão nesses dois anos de PEC 300: “não será aprovada na marra.” O entristecedor disso é que algumas lideranças acharam que foi um avanço. Outros falaram que agora a coisa ia andar e que imaginavam poder marcar uma audiência com a Dilma e inforrmar-lhe (como se ela não soubesse de nada) que tinham propostas de fundo para prover os recursos para complementar salários. Perdeu-se o foco. A meta é concluir a votação, não é informar ao governo de onde sairão os recursos. Ele tem 180 dias (seis meses) para fazer isso. Acorda bombeiro, acorda policial.

Com o segundo dia sem qualquer tipo de avanço, com exceção da retirada dos nomes de alguns deputados que compunham a famigerada “Comissão da PEC 300”, para destruírem-na em seu nascedouro, não restou outra saída para os manifestantes senão colocar a viola no saco mais uma vez e retornar para casa.

Durante toda a existência da Câmara dos Deputados em Brasília, as votações mais polêmicas só aconteceram por muita pressão. Literalmente “na marra”. E com a PEC 300 não será diferente. Gastar os parcos recursos dos bombeiros e policiais para bancar idas e vindas na Câmara para ficar ouvindo conversa fiada de deputados já cansou. Infelizmente, só respeitarão os destemidos héróis da nação se houver um recrudescimento nas ações. Hoje, o pequeno grupo de parlamentares que barra a votação em segundo turno da PEC 300 está pagando para ver. nos seus pensamentos paira a certeza de que bombeiros e policiais, disciplinados que são, nunca radicalizarão. Mas PEC 300 só será votada na marra.

Por: Capitão Assumção