CLIQUE NO VÍDEO PARA ASSISTIR

Loading...

A QUEM DEVO CHAMAR?

Este artigo é do meu amigo tenente-coronel ONIVAN ELIAS DE OLIVEIRA, da Polícia Militar da Paraíba.
Sou um cidadão com os direitos políticos em pleno vigor, contribuinte, “ficha limpa” e estou precisando do serviço de emergência policial, a quem devo chamar? Como cidadão, quando me sinto em perigo lembro de Deus e da polícia. Passado esse momento de perigo, esqueço de Deus e execro a polícia, afinal sou um cidadão “de bem”.
Mas, afinal a quem devo chamar?
Chamo pela Operação Manzuá?
Chamo pela Operação Zebra?
Chamo pela Operação Bacurau?
Chamo pela Operação Zangão?
Chamo pela Operação Sucuri? Ou tem outro animal que posso chamar?
Chamo pelo GAO (Grupo de Apoio Operacional)? Chamo pelo GRAB (Grupo de Repressão à Assaltos Bancários)?
Chamo pelo GPM (Grupo Policial Militar)?
Chamo pelo GET (Grupo Especial Tático)?
Chamo pelo GATE (Grupo de Ações Táticas Especiais)?
Chamo pelo GATI (Grupo de Ação Tática e Intervenção)?
Chamo pelo ATAC (Ações Táticas de Campinas)?
Chamo pelo ATAC (Atendimento Tático ao Cidadão)?
Chamo pela ROTAM (Rondas Táticas Metropolitanas)?
Chamo pela ROTAM (Rondas Táticas com Apoio de Motocicletas)?
Chamo pela ROTAM (Rondas Ostensivas Táticas Motorizadas)?
Chamo pela ROCAM (Rondas Ostensivas com Apoio de Motos)?
Chamo pela ROCAM (Rondas Ostensivas Cândido Mariano)?
Chamo pela ROTA (Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar)?
Chamo pela ROTAC (Rondas Ostensivas Táticas de Campinas)?
Chamo pela RONE (Rondas Ostensivas de Natureza Especial)?
Chamo pela RONIVON (Ronda de Natureza Intensiva Volante e Ostensiva Noturna)?

Chamo pela ROCROP (Rondas Ostensivas Coronel Roberto Pessoa)? Em homenagem a um coronel páraquedista que criou um Batalhão de Rádio Patrulha e, mais uma vez, fico a imaginar o serviço policial atendendo as ocorrências chegando de pára-quedas, sim, lógico que sim este pensamento, já que o criador tende a ter suas criaturas copiando-o.
Chamo pela RAIO (Rondas de Apoio Intensivo e Ostensivo)?
Chamo pela PATAMO (Patrulhamento Tático Móvel)?
Chamo pelo GIRO (Grupo de Intervenção Rápida Ostensivo)?
Chamo pelo PEC (Pelotão Especial de Choque)? Como cidadão e de tanto os policiais militares falarem e desejarem, cheguei a pensar que PEC seria Proposta de Emenda Constitucional.
Chamo pelo CHOQUE?
Chamo pelo BOPE (Batalhão de Operações Policiais Especiais)?
Chamo pelo BOPE (Batalhão de Operações Especiais)?
Chamo pelo BOE (Batalhão de Operações Especiais)?
Chamo pelo BME (Batalhão de Missões Especiais)?
Chamo pela CIOE (Companhia Independente de Operações Especiais)?
Chamo pela COE (Comandos e Operações Especiais)?
Chamo pela COE (Companhia de Operações Especiais)?
Chamo pela CIGCOE (Companhia Independente de Gerenciamento de Crises e Operações Especiais)?
Chamo pela CIOSAC (Companhia Independente de Operações em Área de Caatiga)?
Chamo pela Força Tática?
Chamo pela Rádio Patrulha?
Chamo pela Patrulha Rural? E fico com o receio pelo fato de ser Rural, se o chamado do cidadão, como eu, for em área urbana, essa Patrulha alegue que não pode atender pois é especializada em sítios, fazendas e granjas.
Chamo pela CPE (Companhia de Policiamento Especializado)?
Chamo pela CEATur (Companhia Especializada em Atendimento ao Turista)? Tem alguma Companhia Especializada em Atendimento ao Cidadão em Apuros?
Chamo pela CPMI (Companhia de Polícia Militar Independente)? De tanto eu, como cidadão de bem e pagador de impostos assistir pelas emissoras de
televisão, cheguei a imaginar que, com essa sigla, chamaria os políticos; lógico que sim, pois CPMI na minha mente de cidadão significa Comissão Parlamentar Mista de Inquérito.
Chamo pela CIPM (Companhia Independente de Polícia Militar)? Agora, me ocorre outra confusão: o que diferencia CIPM da CPMI? Hum, isso é pergunta para os “universitários” ou para as “cartas” ou para um “oráculo” conforme algum programa de televisão já exibido no Brasil.
Chamo pela Unidade K-9?
Chamo pela KGB?
Chamo pela CIA?
Chamo pelo FBI?
Chamo pelo MIB (Man In Black)?
Chamo pelas PIPOCAS (Patrulhas Interzonais Preventivas e Ostensivas em Comunidades Afetadas)?
Chamo pelo PICARETA (Programa de Integração das Crianças e dos Adolescentes Rejeitados, Explorados, Torturados e Abandonados)?
Chamo pelo GILETE (Grupamento Inibidor de Larápios e Exploradores de Turistas Estrangeiros)?
Chamo pelo PROFETA (Programa Facilitador da Erradicação de Tóxicos entre Alunos)?
Chamo pelo PROERD (Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência)?
Chamo pela Cavalaria?
Chamo pelo COA (Comando de Operações Aéreas)?
Chamo pelo GTA (Grupamento Tático Aéreo)?
Chamo pelo PPM (Posto Policial Militar)?
Chamo pelo PPC (Posto de Policiamento Comunitário)?
Chamo pelo PAC (Posto de Apoio Comunitário)?
Chamo pelo PAE (Policiamento Aplicado por Estatísticas)?
Chamo pelo POVO (Policiamento Ostensivo Volante)?
Chamo pela UPP (Unidade de Polícia Pacificadora)?
Chamo pelo UIPP (Unidade Integrada Pro Paz)?
Chamo pela UPS (Unidade de Polícia Solidária)?
Chamo pelo GEPAR (Grupamento Especial de Policiamento em Área de Risco)?
Chamo pelo GPAC (Grupamento Especial de Policiamento em Atuação Comunitária)?
Chamo pelo GPAE (Grupamento Especial de Policiamento em Áreas Especiais)?
Chamo pelo GEPE (Grupamento Especial de Policiamento em Estádios)?
Chamo pelo NIP (Núcleo de Integração Policial)?
Chamo pelo DISP (Distrito Integrado de Segurança Pública)? Como cidadão fico me perguntando o que essa “sopa de letras” DISP faz ou fará que o NIP não fazia, pois era um espaço físico onde Polícia Militar e Polícia Civil, unidas, buscavam parceria com a comunidade para a resolução dos problemas específicos.
Chamo pela AISP (Área Integrada de Segurança Pública)?
Chamo pela REISP (Região Integrada de Segurança Pública)?
Chamo pelo GTO (Grupo Tático Operacional) ou o GTA (Grupo Tático Administrativo)? Sim, porque como cidadão cheguei a pensar que todo Grupo Tático já seria OPERACIONAL por excelência e pela própria etmologia da palavra não havendo a necessidade de colocar essa denominação após a palavra Tático.
Chamo pelo CIOP (Centro Integrado de Operações Policiais), com esse nome e como cidadão já sei que se ligar solicitando o Corpo de Bombeiros ele não virá, pois o Centro é de Operações Policiais e Bombeiros não são policiais.

Chamo pelo CIODS (Centro Integrado de Operações de Defesa Social)?
Chamo pelo COPOM (Centro de Operações da Polícia Militar)?
Chamo pelo CIADE (Centro Integrado de Atendimento e Despacho de Emergência)?
Chamo pela Polícia Interativa?
Chamo pelo Policiamento Tradicional?
Chamo pelo Policiamento Estratégico?
Chamo pelo Policiamento Orientado para o Problema?
Chamo pelo Policiamento Comunitário?
Chamo pelo Policiamento Preventivo?
Chamo pelo Policiamento Ostensivo?
Chamo pelo Policiamento Repressivo?
Chamo pelo Policiamento Solidário?

Ufa! Afinal sou um cidadão e estou em perigo precisando de um serviço de emergência policial. Apenas um serviço de emergência policial. Até eu conseguir definir a quem chamar, quando o policial chegar talvez eu já não precise mais de seu serviço de emergência.
Ah, lembrei que para acionar o serviço de emergência policial devo ligar para um número de telefone. Agora, outra dúvida surge na minha cabeça de cidadão: qual número ligar: 147, 180, 181, 190, 192, 193, 197 ou será que tem uma linha direta que alguém me atenda o mais rápido possível, preferencialmente até o terceiro toque e faça valer o jargão “EMERGÊNCIA, bom dia (tarde ou noite), em que podemos ajudá-lo?!”.
Mas eu sou um cidadão e só quero chamar a POLÍCIA!!!!

Tenente-coronel ONIVAN ELIAS DE OLIVEIRA, Polícia Militar da Paraíba - Multiplicador de Polícia Comunitária