Rodovias paraenses têm policiamento reforçado neste feriado

Sidney Oliveira/Ag. Pará
O trevo de acesso à Alça Viária é um dos pontos que receberam reforço no policiamento para coibir excessos de condutores e outras ocorrências

Da Redação
Agência Pará de Notícias

As principais rodovias que cortam o estado receberam reforço no efetivo policial responsável pela fiscalização de veículos e condutores durante o feriado prolongado. Desde a última quarta-feira, 29, a operação “Corpus Christi”, comandada pela Polícia Militar do Pará, foi colocada em prática para garantir a segurança da população e prevenir acidentes no trânsito.
No total, mais de 300 policiais militares estão atuando em 19 barreiras montadas ao longo das rodovias estaduais que interligam os balneários mais frequentados. Também fazem parte da operação 500 oficiais e soldados do Corpo de Bombeiros, 84 policiais civis e 122 agentes do Departamento de Trânsito do Estado (Detran), distribuídos em 28 viaturas.
No posto da Polícia Rodoviária estadual (PRE) localizado na PA-483, na entrada da Alça Viária, dezenas de policiais reforçam o trabalho de fiscalização. “O nosso foco é tanto a prevenção de acidentes quanto a coibição de crimes. É uma operação de fiscalização e abordagem”, informou o tenente Adriano Braga, coordenador do posto pelo turno da manhã.
Segundo ele, o índice de apreensão de drogas, armas e contrabando na Alça Viária tem aumentado devido a intensa fiscalização feita na rodovia. No feriado, o objetivo é fortalecer ainda mais esta ação. Na manhã desta quinta-feira, o fluxo de veículos que passava pela Alça era considerado tranquilo. “Aguardamos o movimento maior para o final de semana, mesmo assim vamos parar e abordar a maior quantidade de veículos que for possível”, enfatizou.
Durante a operação, os policiais estão dando ênfase para os itens de segurança e a documentação dos automóveis. Motoristas que estiverem dirigindo sob o efeito de álcool também serão autuados. Mais de 40 etilômetros estão à disposição dos policiais que atuam nas barreiras. “Nós temos percebido que o motorista ficou mais consciente depois da Lei Seca, mas ainda tem gente que acha que não há perigo nenhum em beber e pegas o volante de um carro”, informou o tenente.
Ele ressaltou ainda que os condutores devem evitar ultrapassagem em local proibido, excesso de velocidade e direção em condições não recomendadas, como sob efeito de medicamentos ou estado de sonolência. No retorno para Belém, a orientação é que os motoristas saiam mais cedo e evitem os horários de pico.
As localidades que receberam o reforço com a operação “Corpus Christi foram Marudá, São Domingos do Capim, São Caetano de Odivelas, Crispim, Algodoal, Salinópolis, além de Marituba, Ananindeua, Benevides e Santa Bárbara, entre outros. Em Belém, o Comando de Policiamento da Capital (CPC) terá 200 viaturas circulando diariamente nas ruas da cidade. A operação continua até a próxima segunda-feira, 3.

Texto:
Bruna Campos - Secom