CLIQUE NO VÍDEO PARA ASSISTIR

Loading...

Expediente nos órgãos estaduais é facultado na segunda-feira

Em função do encerramento das comemorações alusivas à Festividade de Nazaré, com a procissão do Recírio, a Secretaria de Estado de Administração (Sead) informa que, de acordo com o Ofício Circular nº 060/2014, de 23 de outubro de 2014, fica facultado, na próxima segunda-feira (27), o expediente nos órgãos e instituições da administração direta e indireta do Poder Executivo estadual.

Os serviços essenciais, como arrecadação, saúde e defesa social, não serão afetados pelo decreto. Os servidores dessas áreas trabalharão em regime de escala, para assegurar o atendimento à população.

Horário da Lei Seca terá mudança no segundo turno

Horário da Lei Seca terá mudança no segundo turno (Foto: Agência Brasil)

(Foto: Agência Brasil)
 
O horário de início da Lei Seca durante o segundo turno das eleições, marcado para ocorrer no próximo domingo (26), terá mudanças. Segundo o Tribunal Regional Eleitoral (TRE), a aplicação da lei ocorrerá de 3h às 18h de domingo. No primeiro turno iniciou à meia noite.
 
A portaria número 158, já publicada no Diário Oficial do Estado, proíbe a venda e fornecimento, ainda que gratuito, de bebidas alcoólicas em todo o Pará. A medida é aplicada para garantir a segurança durante o período de votação, evitando situações que possam causar  transtornos à ordem pública decorrentes do consumo de álcool.
 
De acordo com o delegado de polícia Silvio Maués, houve uma reavaliação dos horários de comercialização de bebidas alcoólicas nos estabelecimentos comerciais, que implicou na alteração do horário em que a portaria passa a vigorar. O mesmo horário se aplica à liberação de licenças de festas pela Divisão de Polícia Administrativa (DPA), que estará proibida de fornecer as autorizações para eventos no período de vigência da portaria no domingo.
 
A fiscalização do cumprimento da Lei Seca caberá às Polícias Civil e Militar, que estarão circulando pelas ruas dos bairros da Região Metropolitana durante todo o domingo. Quem for flagrado desrespeitando a determinação estará sujeito às sanções civis, administrativas e penais cabíveis ao tipo de infração, podendo o responsável pelo comércio ser conduzido à Delegacia mais próxima para responder por crime de desobediência e ainda ter o estabelecimento fechado com o risco de cassação de licença de funcionamento em caso de reincidência.

 
Segurança
No Pará, o esquema de segurança para será o mesmo do primeiro turno e vai contar com o apoio de 13.776 homens. Cerca de 120 homens da Polícia Federal vão fazer a fiscalização em portos e aeroportos do estado.
 
Um total de 21,2% de abstenções foram registradas no 1º turno e a previsão do TRE é de que esse número aumente no 2º turno.
 
O Ministério Público do Estado afirmou que vai intensificar a fiscalização no combate de crimes eleitorais e os que forem denunciados serão apurados.
(DOL, com informações de Roberta Paraense e Polícia Civil)

Estado inicia pagamento dos salários de outubro nesta segunda-feira

Estado inicia pagamento dos salários de outubro nesta segunda-feiraO Governo do Estado inicia, nesta segunda-feira, 27, o pagamento dos servidores públicos da administração direta e indireta referente ao mês de outubro de 2014. Segundo o cronograma divulgado pela Secretaria de Estado de Administração (Sead), os inativos militares e pensionistas civis e militares serão os primeiros a receber. O pagamento será encerrado no próximo dia 31, com os servidores da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), da capital e do interior. Abaixo, o calendário de pagamento:

Dia 27/10  (segunda-feira) - Inativos militares e pensionistas civis e militares; 
Dia 28/10 (terça-feira) – Inativos civis e pensões; especiais/Sead.
Dia 29/10 (quarta-feira) - Auditoria, Casa Civil, Casa Militar, Consultoria Geral, Defensoria Pública, Gabinete da vice-governadoria, Procuradoria Geral, NAF, Secretarias Especiais, Sepaq, Secti, Sead, Sefa, Sepof, Sagri, Sema, Secult, Sedurb, Seel, Seicom, Sejudh, Seop, Sespa, Seter, Seas, Setran, Secom e Setur.
Dia 30/10 (quinta-feira) - Corpo de Bombeiros, Polícia Civil, Polícia Militar, Segup, Adepará, Arcon, Asipag, CDI, Ceasa, Cohab, CPC Renato Chaves, Detran, EGPA, Emater, FCG, Fundação Tancredo Neves, FCV, Fasepa, Funtelpa, Fapespa, Hospital de Clínicas, Hospital Ophir Loyola, Hemopa, IAP, Imetropará, Iasep, Igeprev, Imprensa Oficial, Iterpa, Jucepa, Paratur, Prodepa, Santa Casa, Susipe, Uepa, Ideflor, Idesp, Loterpa, CPH e NGTM.
Dia 31/10 (sexta-feira) – Seduc capital e interior
Ascom/Sead 

Governo inaugura 17ª Unidade de Polícia Solidária

João Pessoa/PB - O Governo do Estado inaugurou, na sexta-feira (17), a Unidade de Polícia Solidária da Ilha do Bispo, em João Pessoa, que contará com uma viatura e três motos só para o bairro. Com essa, já são 17 UPS instaladas no Estado, garantindo uma polícia mais próxima do cidadão.
O secretário de Estado da Segurança e da Defesa Social, Cláudio Lima, destacou que as Unidades de Polícia Solidária são fundamentais para estabelecer as reduções dos índices criminais. “Porque são estruturas que ocupam espaços e trabalham a aproximação com as pessoas, promovendo a prevenção a diversos tipos de crimes”, destacou.
A UPS da Ilha do Bispo foi instalada no antigo Centro Integrado do bairro, que recebeu novos equipamentos e foi todo reformado. No local vai funcionar também a base da Força Tática do 1º Batalhão, cujo efetivo destinado para trabalhar na Ilha do Bispo é capacitado com o curso de polícia comunitária.
Para o comandante geral da Polícia Militar, coronel Euller Chaves, a política de aproximar a polícia cada vez mais da sociedade tem sido decisiva para promover mais segurança. “É uma filosofia de trabalho fundamental no contexto da construção de uma cultura de paz, pois traz a comunidade para planejar junto com a polícia a segurança do bairro, identificando e priorizando os problemas específicos daquela realidade onde a UPS está instalada, trazendo soluções que tendem a diminuir cada vez mais os índices criminais”, destacou.
Os números do Núcleo de Análise Criminal e Estatística da Secretaria de Segurança e da Defesa Social revelam que nos locais onde as Unidades de Polícia Solidária foram instaladas há uma redução, em média, de quase 30% dos Crimes Violentos Letais Intencionais. Para a próxima semana está prevista a inauguração de mais uma UPS em Cabedelo, a segunda na cidade.

http://www.ararunaonline.com/noticia/12640/governo-do-estado-inaugura-17-unidade-de-policia-solidaria-na-paraiba

Polícia Cidadã: Minha Escola Mais Segura no Santa Maria

PM apresenta cronograma de atividades do projeto
(Foto: Ascom PM)
Fortalecer as ações de prevenção à violência e à criminalidade nas escolas do bairro Santa Maria, zona sul de Aracaju. Este é o objetivo do projeto ‘Polícia Cidadã: Minha Escola Mais Segura’, desenvolvido pela Polícia Militar de Sergipe, através do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd), nas escolas do bairro Santa Maria e seu entorno. A apresentação do projeto à comunidade ocorreu na última quinta-feira, 9, na Escola Estadual Governador Albano Franco.

O projeto “Polícia Cidadã: Minha Escola Mais Segura” consiste em um conjunto de medidas em rede com diversos atores integrantes da Polícia Militar, que apresentarão alternativas prazerosas de combate ao crescimento da violência no interior e no entorno escolar. Todas as propostas terão como eixo basilar o “Modelo de Tomada de Decisão” do Proerd, para que as crianças envolvidas no projeto façam escolhas sábias e tomem decisões sadias para a vida.

A partir do contexto de atuação da polícia de proximidade (polícia comunitária), as escolas que apresentarem demandas explícitas de intervenções de prevenção serão identificadas, num trabalho que envolverá os protagonistas componentes da rede de proteção à criança e ao adolescente, junto com o policiamento comunitário, que por sua vez diagnosticará problemas relacionados à violência na localidade.

Iniciar as atividades de prevenção na Escola Abano Franco foi uma decisão do Comitê Gestor do Enfrentamento ao Crack e outras Drogas, haja vista as inúmeras denúncias de violência, uso e tráfico de entorpecentes no ambiente estudantil. “A Escola Albano Franco foi escolhida em virtude dos relatos de casos de violência, uso e tráfico de drogas nas dependências da escola, brigas, ameaças, furtos, assaltos e uso de drogas, o que tem dificultado e até inviabilizado as atividades pedagógicas na unidade de ensino por conta do clima de medo vivenciado por educadores e alunos”, declarou a capitã Adriana Littig, coordenadora estadual do Proerd em Sergipe.

Para a capitã, o problema da violência não pode ser solucionado apenas por agentes da segurança pública, mas necessita de uma atuação conjunta com órgãos públicos e a própria sociedade. “É necessário responsabilização e atuação integrada da sociedade civil e dos órgãos públicos: ouvir, refletir, planejar e agir numa perspectiva ampliada e conjuntamente. O Comitê Gestor do Enfrentamento ao Crack e outras Drogas tem reunido funcionários públicos comprometidos e se efetivado cada vez mais como potente espaço para impulsionar e implementar políticas públicas eficientes”, declarou.

Como resultado da aproximação entre a PM e a comunidade, o projeto pretende diagnosticar problemas de segurança pública, aumentar o nível de segurança nos estabelecimentos de ensino, diminuir a evasão escolar, despertar o interesse dos alunos na busca de ações coletivas preventivas; resgatar o civismo nas escolas, através de leituras musicais e comportamentos do cotidiano; realizar a prevenção da violência no trânsito; aproximar as crianças e os adolescentes da arte musical e do esporte, estimulando o interesse delas por estas atividades; despertar o respeito, a sensibilidade e o coleguismo para uma cultura de paz.

CORONÉIS, O DOCUMENTÁRIO

Viaturas do Ronda do Bairro possuem telefones próprios

Novo serviço pode facilitar contato das pessoas em caso de ocorrências.
Ronda no Bairro possui 195 viaturas em quatro zonas de Manaus.


Implantando em quatro zonas da cidade de Manaus, o programa "Ronda do Bairro", da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas, traz uma nova forma de contato entre a comunidade e a polícia.
Cada uma das 195 viaturas do projeto possui um número próprio, no qual a população pode entrar em contato com os PMs e pedir o auxílio deles. "Dessa forma, a população vai saber quais são os policiais que estão atendendo aquela área e poderá se dirigir a eles", informou.
Para o gerente comercial, João Souza, a medida pode ser uma solução, já que na vez em que ligou para a principal Central de Atendimento da Polícia para pedir socorro em um caso de assalto, o número 190, segundo ele, estava ocupado. "Tentei ligar, mas não consegui falar com ninguém", protestou.
Segundo o coordenador geral de Policiamento Ostensivo, Major Darcelo Gomes, os policiais podem entregar cartilhas para a população com os telefones de cada carro.