Carnaval de Cametá atrai mais de 100 mil visitantes ao município

O Carnaval de Cametá, no nordeste do Estado, é intenso. Durante todo o dia, é possível ver foliões brincando pela cidade, que fica a cerca de 212 quilômetros de Belém. Seja nos blocos particulares, nos grupos culturais ou nos chamados “fofós”, a animação é constante. Oficialmente, a festa começou na sexta-feira (8), com o desfile dos blocos de abadás, no corredor da folia, localizado no centro da cidade.
No sábado (9), o evento seguiu com novo desfile de blocos. O governo do Estado, por meio de órgãos como Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, Polícia Civil e Departamento Estadual de Trânsito (Detran), marca presença, apoiando um dos maiores carnavais do Pará.
Segundo informações da prefeitura local, Cametá, às margens do rio Tocantins, tem cerca de 120 mil habitantes. No período do Carnaval – considerado o evento cultural mais importante do calendário do município –, o número de moradores quase dobra, em função da presença dos cerca de 100 mil turistas que aproveitam o feriado na cidade.
Segundo a secretária municipal de Cultura, Jaqueline Chagas, este ano, o investimento total na festa é de cerca de R$ 1 milhão. “Com o apoio do governo do Estado, estamos oferecendo uma grande infraestrutura para receber os turistas. Além dos agentes estaduais, contratamos mais 150 homens para ajudar na segurança”, explica.
Além do Carnaval dos blocos particulares, que segue o formato das micaretas, o que muitos foliões buscam em Cametá é a diversidade cultural, conforme ressalta Jaqueline. Entre as atrações do município estão o “Carnaval das Águas”, feito por ribeirinhos das cerca de 150 ilhas que fazem parte do município; o samba de cacete; os grupos de siriá; as escolas de samba; e os cordões de mascarados, entre outras manifestações, que se misturam e convivem harmoniosamente durante a folia momesca.
“Só mesmo quem vem para conhecer o município é que vai poder decifrar o quanto a cultura daqui é extensa”, completa a secretária, acrescentando que, a cada ano que passa, o empresariado local se prepara melhor para não decepcionar os turistas. É o que atesta o dono de restaurante Durval Júnior. Segundo ele, que mantém um estabelecimento no centro da cidade há 17 anos, no período de Carnaval, há um incremento de mais de 30% no número de clientes.
“Para se ter ideia, fora desta temporada, servimos de 50 a 60 refeições por dia. Nesta época, o número sobe para 150”, comemora, acrescentando que a preferência dos clientes é baseada em pratos que levam peixes e camarões regional.
O prefeito de Cametá, Irácio Nunes, que inicia o primeiro mandato à frente do município, promete novidades para este, que é considerado um dos melhores carnavais do Estado. Segundo ele, tão logo termine o Carnaval 2013, já se dará início à preparação da folia do ano que vem.
“Ainda em fevereiro, vamos formar um comitê gestor, que terá representantes do governo e dos blocos, escolas de samba, fofós e outras manifestações, para que, juntos, possamos começar a pensar o projeto do nosso Carnaval, pois, neste ano, não tivemos tanto tempo hábil”, destaca.

Texto:
Elck Oliveira - Secom