Comandante geral discute salário dos policiais militares

EM SANTA CATARINA
 
 
Dando prosseguimento às negociações salariais dos militares estaduais, o comando-geral da Polícia Militar de Santa Catarina e do Corpo de Bombeiros, estiveram reunidos na tarde desta sexta-feira (16), com os presidentes de associações de classes da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros. Também participaram do encontro o subcomandante-geral da PMSC, coronel Valmir Cabral, o chefe do Estado Maior, coronel João Schorne de Amorim, além de coronéis diretores.


Durante o encontro, que marca um momento histórico para os militares do Estado, o coronel Nazareno apresentou a tabela com a disposição dos salários na nova proposta de subsídio. Houve debate entre os presentes, dúvidas foram levantadas e, na segunda parte da reunião, com a presença do diretor de gestão e desenvolvimento de pessoas da secretaria de Estado da Administração, Luiz Antônio Dacol, e do auditor da secretaria de Estado da Fazenda, Décio Vargas, as questões apresentadas pelos representantes dos militares foram discutidas e esclarecidas.


Na sequência, o coronel Nazareno fez uso da palavra e disse se sentir muito satisfeito com a forma como as coisas estão se encaminhando, com empenho e transparência de todos os envolvidos nas negociações. “A nova proposta apresenta ganhos reais a todas as categorias, tanto na ativa como na reserva, sem perda na passagem para inatividade. Estou muito confiante”, ressaltou o comandante-geral.


Tanto os comandantes-gerais, quanto as lideranças de classes, simpatizaram com a nova proposta, que agora será levada para os demais policiais e bombeiros militares através das associações para análise.


O governo Raimundo Colombo, através da sua equipe econômica, está construindo com o Comando-Geral da PM e do CBM e as associações representativas uma proposta de melhoria salarial histórica para os militares estaduais. Nessa proposta busca-se o melhor ganho possível que beneficiará todos os níveis das corporações e, dessa forma, alcançando uma remuneração igualitária para todas as categorias da segurança pública.
Questão Salarial PM e CBM