ATENDIMENTO NA UNIMED

Há longos anos sou cliente Unimed, logicamente por longos anos consegui evitar o uso do beneficio pago ao plano de saúde em questão, entretanto, o tempo produz indicativos que nos conduz a bater as portas dos médicos, e, infelizmente assim foi comigo.
Imaginando que a economia prestada voluntariamente com minha ausência aos consultórios e laboratórios conveniados poderia favorecer-me quando da precisão percebi hoje haver me equivocado redondamente, pois, nem mesmo a consideração pelo atendimento administrativo me foi favorável. Sobre este assunto cheguei ate mesmo a escrever um texto mostrando que o crescimento sem desenvolvimento propicia um atendimento sem qualidade ou personalidade, entretanto, logicamente como a Unimed paga bastante anuncio a mídia local, não consegui publicar meus posicionamentos reclamatórios.
Hoje, manifesto-me em recorrência esperando que, mesmo não conseguindo a publicação, o publico que acessa o face book, bem como os conveniados, os clientes, ou mesmo futuros clientes fiquem alertas, ou corrijam rumos para que, fatos semelhantes não se repitam.
Portador de um calculo renal procurei um especialista encontrando na fidalguia, na atenção, no conhecimento, na preocupação do Dr. Adalcides Conde Brilhante, o cooperado ideal, e,confiável para intervir em solução ao meu problema de saúde no campo da Urologia.De posse do encaminhamento em guia Unimed feita pelo especialista da área (Dr.Brilhante) fui ate a Clinica Urológica ‘’Diuro’’marcar a data do 1º procedimento de Nefrolitotripsia Extracorpórea,depois,devidamente orientado segui para a Unimed (Rua Manoel Barata) com a finalidade de conseguir a autorização do plano para o ato operatório.
Depois de fornecido todo o documento pessoal,e,o encaminhamento técnico especializado ao manuseio e vistas do atendente,surpreso fiquei ao me solicitarem o exame de sonografia ou outro que confirmasse a necessidade do ato operatório,o qual deveria ser apresentado ao AUDITOR DA UNIMED o para depois de analisado poderia então ser autorizado.Precisei ir ao meu carro onde felizmente encontrava-se aludidos exames(o que evitou o retorno a minha residência).
Quando o atendente voltou já com a autorização passei a questionar a necessidade de inoportuna exigência.O AUDITOR era o Dr. .JORGE VAZ, pasmem um GINECOLOGISTA (assim me informou o atendente), isto mesmo ginecologista,perguntei ao atendente,e,a supervisora com a qual pedi para manifestar minha indignação,como um auditor ginecologista pode auditar o encaminhamento ou a necessidade real de uma intervenção urológica.Buscaram resposta na exigência do contrato,que não possuía na hora para discutir,entretanto, mesmo que assim seja,algo de errado esta as vistas,pois colocaram o mestre de obra para fiscalizar o projeto estrutural,ou então, a gestão da UNIMED não confia em seus cooperados,ou credenciados, e, se assim for como confiar na estrutura, se os que a fazem não confiam neles mesmos.
Acredito que devam rever procedimentos análogos a este, e, pararem de vender planos de saúde como se bananas fossem.
 
WALMARI PRATA CARVALHO