MS terá câmeras de segurança nas cidades da região de fronteira


Mato Grosso do Sul deve receber cerca de R$ 4 milhões para a instalação de câmeras de segurança em vias públicas de oito cidades que ficam na região de fronteira do Brasil com o Paraguai e com a Bolívia.
A portaria que institui o processo de habilitação dos projetos de videomonitoramento foi publicada pela Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) na edição do Diário Oficial da União (DOU) desta terça-feira (14).

De acordo com a publicação, a ação faz parte da Estratégia Nacional de Segurança na região de Fronteira (Enafron) e os projetos de videomonitoramento serão financiados com recursos do Fundo Nacional de Segurança Pública. 

De acordo com a portaria, o estado deve apresentar o projeto de videomonitoramento até 28 de junho com a previsão de custos da infraestrutura do sistema de captação das imagens, da infraestrutura do sistema de transmissão e recepção das imagens, da central de videomonitoramento e do treinamento dos operadores. A proposta apresentada será analisada pela SENASP e aprovada ou reprovada pelo Conselho Gestor do Fundo Nacional de Segurança.

Ainda segundo a publicação, serão instaladas 90 câmeras de segurança no estado nos municípios de Amambai, Bela Vista, Coronel Sapucaia, Corumbá, Dourados, Mundo Novo, Naviraí e Ponta Porã.

A portaria publicada no DOU também institui o processo de habilitação dos projetos de videomonitoramento nos estados do Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Rondônia, Roraima, Pará, Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina.
Segundo a Senasp, a distribuição de recursos para os estados obedeceu a critérios  técnicos número de habitantes de cada cidade, número de equipamentos necessários e valores de mercado para implantação do sistema de videomonitoramento.
Fonte: G1 MS