SSP quer regulamentar atuação de Conselhos Comunitários em Manaus

Lideranças comunitárias de todas as zonas de Manaus participaram da reunião – foto: divulgação
Lideranças comunitárias de todas as zonas de Manaus participaram da reunião – foto: divulgação


A Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) elaborou e enviou ao governador Omar Aziz uma proposta que visa regulamentar a atuação dos Conselhos Interativos Comunitários junto aos órgãos do sistema, no programa Ronda no Bairro.
O assunto vem sendo discutido desde a última sexta-feira (22), quando com cerca de 30 lideranças comunitárias de todas as zonas de Manaus.
"Nós, enquanto sistema, queremos contar com o apoio da comunidade para conseguirmos ter mais ainda sucesso nas ações de segurança. Agora, graças ao programa Ronda no Bairro, estamos estreitando esses laços", disse o secretário-executivo-adjunto da SSP, delegado Francisco Sobrinho.
Segundo ele, um dos itens da regulamentação trata sobre a modalidade de trabalho voluntário, seguindo o modelo nacional de conselhos comunitários.
Os Conselhos Interativos foram criados através da Lei Delegada que estabelece a estrutura administrativa da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas, com objetivo de encurtar o diálogo entre os órgãos de segurança e as diversas comunidade.
“Os conselheiros ficarão em constante diálogo com os órgãos do sistema trazendo, diariamente, as demandas dos moradores. Nossa ideia é que eles atuem diretamente nos Distritos Integrados de Polícia (DIPs)”, disse secretário Francisco Sobrinho.
O secretário ressaltou que a interação entre os conselhos e a SSP facilita a orientação das famílias em relação as ações de prevenções e combate ao uso de drogas para os adolescentes e jovens. “Os valores familiares precisam ser fortalecidos para conseguirmos evitar que nossos jovens se tornem vulneráveis para os traficantes. Para isso, é preciso que a população também entenda que a Segurança é responsabilidade de todos nós”, disse.