Reis aposta no sucesso com a camisa do Internacional

Reis Revelado pelo Clube do Remo e tido como uma das grandes revelações azulinas dos últimos anos, o meia Reis tinha tudo para trilhar um caminho de sucesso no Leão. Mas as desavenças contratuais entre as partes impediram a continuidade do jogador no Baenão.
Aos 20 anos, Reis é da mesma “safra” de jogadores que revelou Jayme, Alex Ruan, Jhonnatan e Betinho. Sem ser aproveitado pelo Remo, o garoto desembarcou em Porto Alegre (RS), onde agora veste as cores do Internacional (RS).
Por divergências e desencontros de interesses, o jogador deixou o estádio Evandro Almeida. Reis está chateado pela forma que foi tratado pela diretoria que, segundo o atleta, não cumpriu com todos os acordos. “Saí chateado, sim. Mas foi melhor para mim. Não tenho mais nada com o Remo. Só quero seguir minha carreira, daqui para frente com a cabeça no Internacional (RS)”, disse.
Ainda segundo o meia, a diretoria do Remo “forçou” a saída do atleta, mas não queria pagar o valor da rescisão contratual estipulada. Magoado, o ex-camisa 10 do Clube do Remo, mesmo de longe, segue aguardando um chamado da diretoria remista. “Eles (diretoria) queriam que eu saísse, mas não me deram nada da minha rescisão, 3 anos de FGTS e muito mais. Estou esperando que eles cumpram o que prometeram para mim”, contou.
Pensando no futuro, Reis só quer saber de jogar futebol e de brilhar em um dos clubes mais importantes do futebol brasileiro. Após deixar o Leão no início do segundo semestre, o jogador foi direto para a capital gaúcha, onde segue treinando.
“Tudo é diferente. Todas as coisas aqui são diferentes do Remo. Quando saí do Remo, vim direto para Porto Alegre (RS), tinha que vir me apresentar. Aqui estou até agora, muito feliz. Quero construir uma história aqui no Internacional (RS)”, completou.
O paraense ainda aguarda a sua regularização para poder atuar pela equipe profissional no Campeonato Brasileiro. Reis está treinando na equipe sub-20 do clube gaúcho, enquanto não pode estrear e ficar à disposição do técnico Dunga. “Treino no time reserva, porque ainda não fui regularizado. Estou buscando meu espaço pouco a pouco. Minha adaptação aqui está sendo muito boa, pois já tinha ficado um tempo aqui no Sul. A adaptação ficou mais fácil”, finalizou.
Portal ORM, 06/09/2013