Campanha eleitoral no Pará será renhida

Pesquisas eleitorais que têm corrido por aí - umas feitas por institutos abalizados, outras nem tanto - mostram uma impressionante quantidade de eleitores indecisos em todo o estado do Pará e em Belém, tanto quando se trata do pleito para governo como para presidente da República.
Dirigentes partidários que conversaram com o Espaço Aberto consideram que essa onda de indecisos será decisiva, sobretudo, para os candidatos que vão concorrer à sucessão de Simão Jatene, inclusive o próprio, que tentará a reeleição.
Outra novidade: os números para o Senado colhidos até agora mostram surpresas. E revelam que a disputa poderá ser mais movimentada - bem mais - do que muitos imaginam.
De posse das pesquisas, alguns partidos passam a limpo, como se diz, o discurso de campanha. Que será, ao que tudo indica, renhida.
Ou para falar em português de Portugal - e do Brasil: será uma campanha das mais violentas.
Espera-se, sinceramente, que a violência fique apenas no campo verbal.
O que, se ocorrer, já será uma horrível.

Fonte: Blog Espaço Aberto