"Novo comandante geral da PM tem experiência nas ações de policiamento comunitário", diz secretário de Segurança

  • Coronel Anselmo Brandão é nomeado novo comandante geral da PM
Salvador/BA - O Coronel Anselmo Alves Brandão, de 52 anos, é novo Comandante Geral da Polícia Miliar da Bahia. O anúncio foi feito na tarde desta sexta-feira, 2, pelo governador Rui Costa. Ele vai substituir o Coronel Alfredo Castro. A transmissão de cargo deve ser realizada até a próxima sexta, 9.
Após a notícia, o novo comandante se disse entusiasmado: "Acredito na polícia cidadã e vamos contar com cada policial militar para garantir a segurança da população da Bahia", afirmou Coronel Brandão, por meio de nota da assessoria do governo.
Para o secretário de Segurança de Pública da Bahia (SSP-BA), Maurício Barbosa, a 'indicação leva em conta a experiência de Brandão no fortalecimento das ações de policiamento comunitário e de aproximação da sociedade com a polícia', disse em nota da assessoria.
As associações dos Policiais Militares da Bahia e representantes da categoria também elogiaram a escolha do Coronel Brandão para o cargo e destacaram o seu lado humano.
O presidente da Associação de Praças da Polícia Militar da Bahia (APPM-BA), Sargento Roque Santos, ressaltou o bom trabalho e seu compromisso com a corporação. "Espero que Brandão continue a boa gestão que o Comandante Castro vinha fazendo, principalmente, na busca por melhores condições de trabalho", afirmou.
"É uma pessoa que gosta do diálogo. Esperamos que ele mantenha o mesmo posicionamento com as associações para que possamos fazer um bom trabalho para a sociedade", completou o sargento.
O Coronel Edmilson Tavares, presidente da Associação dos Oficias da Polícia Militar da Bahia (AOPM-BA), o anúncio do novo comandante foi uma boa escolha. "É um homem que valoriza a tropa. Ele é disciplinador e tem muita experiência, já que passou por importantes batalhões", disse.
"O governador começou com o pé direito. Coronel Anselmo é uma pessoa aberta e tem o interesse de aproximar as associações", destacou Ferreira.
O deputado estadual e ex-coordenador geral da Associação de Policiais e Bombeiros e de seus Familiares do Estado da Bahia (Aspra), Marco Prisco, afirmou que uma mudança de comando sempre gera expectativas em toda tropa.
"Castro vinha fazendo um bom trabalho. Espero que Coronel Anselmo, consiga dialogar mais com as associações e faça o governo cumprir os acordos".
O deputado disse ainda que o governo começou bem com a escolha do novo comandante. "É muito bem indicado. Ele é humano e busca o diálogo, mas é preciso ser menos político e mais polícia", destacou Prisco.

Experiência
Nascido em Juazeiro, no norte da Bahia, coronel Brandão ingressou na PM há 32 anos. Durante o período, comandou a Academia de Polícia Militar e o 18º Batalhão da Polícia Militar do Centro Histórico.
Além disso, ele também coordenou a implantação do programa federal Território de Paz na 23ª Companhia Tancredo Neves, em Salvador, onde esteve à frente da equipe. Coronel Brandão liderou ainda a 11ª Companhia Independente da Barra e a 10ª Companhia Independente de Candeias.
Por seis anos, ele assumiu o posto de ajudante de ordem do presidente do Tribunal de Justiça. Em 2014, dedicou-se ao trabalho como comandante do Policiamento Regional Atlântico de Salvador.

Fonte: A TARDE - On Line