Acidentes na PA-324 estão cada vez mais frequentes


Acidentes na PA-324 estão cada vez mais frequentes (Foto: Reprodução/RBATV)
(Foto: Reprodução/RBATV)

Acidentes com vítimas fatais têm se tornado cada vez mais frequentes na estrada da PA-324, rodovia que dá acesso às praias mais visitadas do nordeste paraense, principalmente no período de férias escolares de julho, feriados prolongados e festas de fim de ano, como foi o caso do acidente que matou três pessoas no final da tarde desta sexta-feira (28), entre elas a recém nomeada procuradora geral do Ministério Público do Estado (MPE), Maria da Graça Azevedo Silva. 
A estrada reta com duas pistas em sentido contrário e a alta velocidade dos automóveis formam o cenário propício para o perigo de graves acidentes nas rodovias que levam às praias do nordeste paraense.
No último dia 20, um acidente na BR-010 envolvendo uma carreta e um carro de passeio matou quatro pessoas da mesma família. Entre as vítimas estavam duas crianças, que seguiam viagem para o município de Aurora do Pará. A tragédia aconteceu entre os municípios de Santa Maria do Pará e São Miguel do Guamá. Era por volta das 15h10 quando um carro da modelo Corsa Sedan Classic, que vinha no sentido contrário, colidiu contra uma carreta carregada com produtos alimentícios da empresa Sadia.
Em julho de 2008, um caso ganhou bastante repercussão quando sete pessoas morreram em um acidente na rodovia, próximo ao município de Santa Maria do Pará. Cinco jovens garotas que estavam em um veículo modelo Vectra morreram na hora, quando o carro se chocou de frente com um EcoSport, que vinha em sentido contrário, no qual mais duas pessoas morreram. 
Há um ano e meio, um caminhão-baú, de cor vermelha, cujas placas não foram anotadas, colidiu com a motocicleta pilotada por Francisco Roque de Oliveira. Com o choque, a moto ficou descontrolada e atropelou um homem que estava no local.
Na região nordeste do estado, onde o fluxo de veranistas é mais intenso, a Secretaria de Estado de Transportes (Setran) realizou serviços de retiradas de pontos críticos nas estradas do percurso, porém aspectos como velocidade e imprudência de condutores acabam sendo determinantes dos acidentes com vítimas no trânsito.
A Polícia Rodoviária Federal deverá apresentar o balanço final dos acidentes na PA-324 ainda na primeira semana de janeiro.

(Ronald Sales/DOL)