QUE ME DESCULPEM O OBAMA E O ROBERTO CARLOS, MAS,O CARA SOU EU.


Primeiro veio o OBAMA dizendo, que aquela coisa era o cara.
Agora o Roberto Carlos diz ser ele o cara.

Quanto ao OBAMA, não resta duvida do tremendo, e, grosseiro erro de pessoa, já em referencia ao nosso rei em seu melodioso e poético jeito em se dizer o cara permito-me humildemente discordar.
O cara é aquele do ontem, do hoje, e, do amanha.
O cara é aquele que se foi, e, ela foi buscar, e, quando novamente foi desejou voltar voltando. O cara é aquele que a recebeu aquiescente, e, a transformou em diligente, independente mesmo presente.
O cara é aquele que gerou, pouco embalou, mas, alimentou educou, e, junto formou seres tão belos, exemplos de dignidade para a sociedade. O cara é aquele que no calor ou no frio, junto ficou foi cobertor, ou fresca brisa para manter a união. O cara deu o remédio e foi o remédio, e, mesmo na dor não se afastou.
O cara é aquele que dá a liberdade, pela plena confiança no ir, e, vir, por terra, mar, e, ar o que vale é o desejo de lá estar, ele propiciará. O cara é aquele que mesmo depois dos ‘’entas’’leva café na cama, mesmo que uma vez por semana.
O cara é aquele que a vê sair rotineiramente, para como voluntaria ajudar o doente, e, por isso fica contente. O cara é aquele que mesmo depois das bodas de ouro, ou diamante, esta sempre pronta a renovar, e, novamente ao altar chegar. O cara é aquele que ao receber um neto, imagina-se novamente pai.
O cara é aquele que na carne não mais tão presente, cada vez mais a quer por perto, pelo calor, pelo afeto, pela querência, pelo amor superior maior que o principal, já não tão animal.
O cara que o Roberto se julga ser é aquele que, todos se imaginam estar sendo, quando inebriados está pela paixão, na realidade este cara é apenas o protótipo daquele que realmente poderá vir a ser, após a maturidade do conviver.
Muitos tentam, poucos conseguem; acaba a paixão; a viúves se apresenta; o desencontro aparta; o desejo não mais alimenta, e, neste momento deixam de serem protótipos, jamais chegarão a ser o cara.
Por isso mesmo, que me desculpe o Roberto Carlos, mas, o cara sou eu, e, todos que mantiveram a união mesmo depois dos ENTAS.


WALMARI PRATA CARVALHO.