Saúde – Saiba mais sobre o crack e seus sintomas


crack


O crack é uma droga derivada da cocaína, mas com um poder cinco vezes maior.

A cocaína é extraída de uma planta (Erythroxylon coca) usando solventes como o éter, a amônia, o ácido sulfúrico, o querosene e a cal virgem, que por si só já são bastante nocivos à saúde humana. Para produzir crack, é usada a pasta da cocaína sem passar pelo processo de refinamento, o que o torna mais barato, sendo acessível a todas as classes sociais.
Apesar de ter um efeito maior, a sensação de bem-estar causada pelo crack passa rapidamente, dando lugar a um verdadeiro pesadelo. O usuário do crack passa a querer usar a droga o tempo todo para fugir do mau-estar provocado pela sua falta, e faz qualquer coisa pra adquiri-la. O crack destrói centenas de famílias todo dia. O dependente do crack abandona o trabalho, os estudos e todos aqueles que ama. Muitos entram para a criminalidade e para a prostituição.

 SINTOMAS DO USO DO CRACK
• O usuário de crack perde a identidade e a autoestima, deixa de ter os mínimos cuidados com a higiene pessoal e alguns chegam a perder mais de dez quilos em uma semana.
• Tosse e nariz entupido com frequência, com expectoração de muco escuro, cansaço intenso, tremores, depressão e apatia.
• Em alguns casos, o usuário sofre alucinações, delírios e sintomas paranoicos (sensação de estar sendo vigiado ou perseguido).
• Além de ficar violento, o usuário, muitas vezes, torna-se inadequado, sem noção de comportamento em sociedade ou convivência.
• São freqüentes queimaduras no queixo, no rosto e nas mãos pela manipulação descontrolada de isqueiros e fósforos.

 EFEITOS NO CÉREBRO E NA PERSONALIDADE
• O crack provoca lesões no cérebro, causando a morte de neurônios. Isso resulta em deficiências de memória e de concentração, oscilações de humor, baixo limite para frustração e dificuldade de ter relacionamentos afetivos.
• O uso do crack provoca perda da capacidade de raciocínio e dificuldade para tomar decisões, que passam a ser feitas sob o impulso da droga.
• O crack provoca quadros psiquiátricos graves, como psicoses, paranoia, alucinações e delírios.
• Com frequência, ocorrem acidentes vasculares cerebrais ou derrames que, muitas vezes, levam à morte.

 DANOS PROVOCADOS PELO CRACK
• O crack acelera os batimentos cardíacos, aumenta a pressão arterial e provoca arritmias, enfartes, hemorragias cerebrais e morte.
• Degenera os músculos e os ossos, e dá aparência esquelética ao usuário: ossos da face salientes, braços e pernas finos, costelas aparentes e dentes podres.
• Causa lesão nos pulmões que resultam em pneumonia, tuberculose, infecções nos brônquios e paradas respiratórias.
• Afeta o estômago e os intestinos, causa náusea, dor abdominal e perda de apetite.
• Ataca os rins e o fígado.

QUAIS SÃO OS EFEITOS DO CRACK?
No uso agudo, do ponto de vista emocional, observa-se forte inquietação e agitação mental, grande alteração do estado de humor (ou ânimo). Há uma inibição do apetite, agitação física, aumento da temperatura e das frequência respiratória e cardíaca, suor excessivo, tremores, contrações musculares involuntárias (principalmente da mandíbula), tiques e dilatação da pupila. O uso crônico causa diversas complicações clínicas, como emagrecimento e favorecimento de infecções – inclusive dentárias, além de quadros de psicose, agressividade, paranóia e alucinações.

 - JF Diorio/AE
JF Diorio/AE
O QUE FAZER SE SOUBER QUE ALGUÉM ESTÁ COMEÇANDO A USAR CRACK?
Encaminhá-lo imediatamente ao tratamento disponível na sua região. O crack avança rapidamente rapidamente em direção à dependência. Portanto, quanto mais precocemente o usuário for auxiliado, maior será sua chance de recuperação.




O QUE A FAMÍLIA DEVE FAZER EM RELAÇÃO AO USUÁRIO?
A família é um suporte indispensável no tratamento da dependência química do crack. Para que um familiar possa ajudar um dependente químico, é fundamental compreender que a dependência é uma doença e reconhecer a necessidade de buscar ajuda profissional.
Manter a família unida e em condições de prestar apoio afetivo e social ao dependente também é indispensável para o sucesso do tratamento.

http://noticias.portalbraganca.com.br/saude/saude-saiba-mais-sobre-o-crack-e-seus-sintomas.php