Açaí de Bragança é exportado e preço fica elevado.


Encontrar um litro de açaí em Bragança tornou-se uma tarefa difícil.

Os pontos de vendas do produto estão trocando o açaí pelo Buriti e  Bacaba. A justificativa pela escassez  é dada pelos vendedores que também estão preocupados com a alta do preço, os nativos preferem vender para uma fábrica no município de Castanhal que paga R$280,00 pela saca do açaí. Em Bragança, a saca está sendo comercializada por R$200,00 obrigando o batedor a vender o litro de vinho por R$10,00. Uma lata cheia de caroços de açaí está custando R$50,00.  A exportação está deixando o açaí muito mais caro para os bragantinos. Os vendedores com pouco capital de giro, estão tentando a sorte com outros produtos como o Vinho de Buriti que custa R$2,00 o litro e o de Bacaba que vale R$6,00 o litro. Juntando o litro de Açaí por R$10,00 e o quilo de farinha por R$8,00 o consumidor de baixa renda fica quase impossibilitado de tomar o vinho todos os dias.
Reportagem - J. Bahia (Rádio Educadora de Bragança)