Lixeira evita ação de gatos, ratos, urubus e insetos

Estive em Porto Alegre-RS, ano passado, para proferir uma palestra no FÓRUM BRASILEIRO DE SEGURANÇA PÚBLICA.

O que me chamou a atenção na capital gaúcha foi a limpeza no centro da cidade. Fiz questão de registrar em fotografias para mostrar ao gestor municipal de Belém e de tantos quantos tiverem acesso a esta postagem no Blog Saiba das Coisas.

A lixeira que vemos nas fotos abaixo, percebam, não é aberta. Portanto, não expõe o lixo  a céu aberto, provocando mau cheiro. Também impede que ratos, urubus e cachorros, além de insetos, tenham acesso aos resíduos em seu interior.
Outro interessante detalhe é que, quando queremos jogar lixo naquele recipiente, precisamos pisar na barra de ferro prateada, localizada na parte inferior (foto em detalhe).
Para recolher o lixo ali depositado, um caminhão da prefeitura possui um atracador que conduz a lixeira até o espaço onde os detritos são colocados no veículo.
Fica a dica.