Professor dá dicas sobre imposto de renda

Professor dá dicas sobre imposto de renda (Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)
O ano já está em seu segundo mês e surge uma preocupação frequente. Como prestar contas ao leão? Ou como se organizar para não enfrentar problemas com a declaração do imposto de renda?
Para João Lobo, professor da área tributária da Faculdade de Ciências Contábeis (Facicon) da Universidade Federal do Pará (UFPA) é bom organizar previamente documentos de 2012 para declarar o mais cedo possível.
Em 2013 o trabalhador que receber até R$ 1.710,78 mensais estará isento do pagamento de acordo com a Medida Provisória (MP) estabelecida em 2011, que propõe a correção anual de 4,5% na tabela do Imposto de Renda.
 O professor da UFPA explica os principais para o processo de declaração: organizar, declarar e acompanhar para retificar quando for necessário.
“Existem dois tipos de declaração: uma onde as deduções são aceitas e outra onde o governo dá um desconto automático de 20% sem comprovar nenhum tipo de despesa. Dependerá dos números. A pessoa terá que ver sua renda para saber o que valerá mais a pena, o desconto do governo ou suas próprias despesas”, esclarece João Lobo.
MALHA FINA
É uma abstração ao processo de verificação de inconsistências da declaração do imposto e age como uma espécie de "peneira" para os processos de declarações que estão com alguma pendência, impossibilitando a sua restituição, e em alguns casos resultando investigação mais aprofundada sobre o contribuinte declarador por parte da Receita Federal. Uma vez que o processo caiu na malha fina, o contribuinte tem acesso à pendência, e a possibilidade de retificar a declaração para prosseguir o processo.
“A pessoa deve informar todas as suas fontes com os valores corretos mediante o respaldo de notas fiscais e recibos do profissional, pois existe um sistema de cruzamento muito eficaz da receita federal, se for omitida alguma fonte ou algum número não bater, o sujeito entra na malha fina. Além disso, em caso de despesa médica, cheque se tem todos os dados do profissional, dentre nome, endereço e outros”, finaliza o professor da UFPA.
Para ajudar, os contribuintes ainda em dúvidas sobre o imposto de renda 2013, a Receita Federal disponibiliza um software explicativo dos procedimentos a cumprir. O Centro Acadêmico de Ciências Contábeis (Cacic) planeja promover durante o mês de março, com a ajuda dos professores da área, um curso de esclarecimento para a população.
(DOL,com informações da UFPA)