Polícia Comunitária começa no dia 23


Carina Furlanetto/reprodução
Major José Paulo Marinho, delegada Isabel Pires Trevisan, Secretário Mauro Moro, Coronel Júlio César Marobin, Tenente Clóvis Couto Lavarda.


O Comandante do 3º Batalhão de Policiamento de Áreas Turísticas (BPAT), major Paulo José Iahnke Marinho, confirmou que a solenidade oficial de abertura do policiamento comunitário no município vai ser realizada no dia 23 de abril, às 10h30, na Via del Vino, em frente à prefeitura. “Para este evento estão sendo aguardadas as presenças do titular da Secretaria de Segurança Pública (SSP) do Estado, Airton Michels, e, quem sabe, do governador Tarso Genro. Fora isso, a data está confirmada para implantarmos o policiamento efetivo em Bento Gonçalves”, disse.

Embora seja um projeto do Governo do Estado, a implantação depende do apoio dos municípios. Recentemente o Executivo Municipal aditou as leis nº 4.431/08 e 5.515/2012, assegurando o repasse de recursos para investimento na segurança pública. Em março já chegaram as sete viaturas que serão utilizadas no Policiamento Comunitário.
Os bairros onde o Policiamento Comunitário será implantado foram definidos com base nas ocorrências de delitos de pequeno porte, como roubo e furto. Receberão núcleos da Brigada Militar: São Roque/Universitário, Progresso/Humaitá/Maria Goretti, Cidade Alta/Juventude, São Francisco/Licorsul, São Bento/Planalto/Fenavinho e Botafogo/Santa Rita. Em cada local haverá três policiais, que trabalharão em dois turnos de forma preventiva. O núcleo da Polícia Civil será composto por oito policiais, que trabalharão nos dias de folga e finais de semana. Os trabalhos terão foco na prevenção da reincidência de crimes, especialmente os cometidos contra mulheres, crianças e adolescentes.


Andressa Bergsleithner
___________________________
online@jornalsemanario.com.br

Com informações da prefeitura