POLICIAMENTO INTEGRADO REFORÇA SALINÓPOLIS


Após a conclusão do levantamento realizado pelo serviço de inteligência da corporação e das informações vindas do Disque-Denúncia (181) acerca da criminalidade local, a Polícia Militar desencadeará, com apoio dos órgãos do sistema estadual de segurança pública e órgãos parceiros, diversas operações integradas, já programadas para toda a região do município de Salinópolis, com o objetivo de combater o tráfico de drogas e delitos como roubo, furto, arrombamento de residências; bem como toda e qualquer ação criminosa.

Nas operações, que serão efetivadas em caráter permanente o policiamento atuará com viaturas, motocicletas e na modalidade à pé  e em breve, com uso de cavalos, além de efetivar as redes de Pontos Seguros (com a redistribuição das viaturas em pontos estratégicos e a utilização do policiamento à pé em locais de maior incidência criminal) e a rede de Segurança Comunitária (com apoio dos caseiros da localidade).

Em outra frente, a Ronda Escolar e o Programa Educacional de Resistência às Drogas e a Violência - Proerd, atuará junto às escolas, inicialmente com 500 jovens (que já estão em formação), e as famílias, em caráter preventivo.

Como ação imediata, o grupo tático operacional do comando de policiamento regional de Capanema, à frente o coronel PM Costa Júnior, já foi disponibilizado para as ações em todo o município de Salinópolis e o comando regional também, já trabalha para o fortalecimento das reuniões com os lojistas e comerciantes locais, além dos encontros com a comunidade para identificação dos problemas que afligem os moradores e a construção de alternativas efetivas de ação policial para toda a área, com o apoio da população.

Ainda no município, a participação da comunidade foi destaque na cessão de informações que levaram, em operação conjunta envolvendo as polícias militar e civil, os cabos PM Daniel, Rossy e Vanete, com apoio do soldado PM Melo e do IPC Luciano a  prender três homens, acusados de furtar os objetos de uma loja, localizada no bairro do Porto Grande.

No abrigo dos acusados, na passagem da Paz, foram localizados os materiais furtados, avaliados em mais de sete mil reais, que foram levados da loja até o esconderijo, por meio de uma embarcação. Com o grupo, formado por 3 adultos, conhecidos como “Catatau”, “Zé Carlos” e “Sica”, um menor de 17 anos foi apreendido e encaminhado ao atendimento especializado.

Fonte: www.pm.pa.gov.br