Alunos com deficiência participam do Primeiro Círio da Inclusão


Cerca de 100 pessoas, entre alunos, pais, professores e familiares, participaram na manhã desta segunda-feira, 23, do I Círio da Inclusão. O evento possibilitou que estudantes com deficiência da rede municipal de ensino, participassem de uma pequena procissão aos arredores do Centro Integrado de Inclusão e Cidadania (CIIC), localizado na Avenida Almirante Barroso. Com o tema “Incluídos pela fé”, o Círio marcou o início do período de renovação cristã para os estudantes católicos. Momentos comoventes, repletos de emoção e significado marcaram a procissão. A imagem de Nossa Senhora de Nazaré prestava homenagem aos devotos que, carregada por um cadeirante da guarda de Nazaré, estava sentada em uma cadeira segurando o menino Jesus nos braços. Angelina Braga, 4, deficiente visual, participou pela primeira vez de uma procissão. A alegria e a satisfação da menina emocionou colegas e professores. Para a coordenadora do Centro de Referência em Inclusão Educacional (Crie), Denise Costa, é necessário que as diferenças sejam aceitas e acolhidas. “O evento do Círio é pra todos, pois possuímos a mesma qualidade aos olhos de Deus. É o momento de agradecermos as bênçãos que tivemos nas nossas vidas, e que devem se repetir por longos anos”, afirmou a coordenadora.
Texto: Aline Saavedra
Fotos: Ascom Semec
Edição: Vanda Duarte

Leia Mais: http://ww3.belem.pa.gov.br/www/?p=13626
Cerca de 100 pessoas, entre alunos, pais, professores e familiares, participaram na manhã desta segunda-feira, 23, do I Círio da Inclusão. O evento possibilitou que estudantes com deficiência da rede municipal de ensino, participassem de uma pequena procissão aos arredores do Centro Integrado de Inclusão e Cidadania (CIIC), localizado na Avenida Almirante Barroso. Com o tema “Incluídos pela fé”, o Círio marcou o início do período de renovação cristã para os estudantes católicos. Momentos comoventes, repletos de emoção e significado marcaram a procissão. A imagem de Nossa Senhora de Nazaré prestava homenagem aos devotos que, carregada por um cadeirante da guarda de Nazaré, estava sentada em uma cadeira segurando o menino Jesus nos braços. Angelina Braga, 4, deficiente visual, participou pela primeira vez de uma procissão. A alegria e a satisfação da menina emocionou colegas e professores. Para a coordenadora do Centro de Referência em Inclusão Educacional (Crie), Denise Costa, é necessário que as diferenças sejam aceitas e acolhidas. “O evento do Círio é pra todos, pois possuímos a mesma qualidade aos olhos de Deus. É o momento de agradecermos as bênçãos que tivemos nas nossas vidas, e que devem se repetir por longos anos”, afirmou a coordenadora. Texto: Aline Saavedra Fotos: Ascom Semec Edição: Vanda Duarte

Leia Mais: http://ww3.belem.pa.gov.br/www/?p=13626