Defesa Social promove evento comunitário para prevenir crimes

Representantes dos conjuntos e bairros com Bases Comunitárias de Segurança (BCS) em Maceió foram apresentados à filosofia comunitária utilizada no Distrito Federal. 
O coordenador de Capacitação e Polícia Comunitária do Distrito Federal, major José Martins, mostrou os pontos fortes desse modelo de policiamento na palestra “A importância da participação popular na atuação da Segurança Pública”.

O evento foi promovido pela Diretoria de Prevenção da Secretaria da Defesa Social de Alagoas (Seds) e realizado no auditório Aquatune, no Palácio República dos Palmares, na sexta-feira (17). O major Martins mostrou que o policiamento comunitário é um instrumento viável para a prevenção do crime porque atua em sua base, inibindo conflitos familiares e de vizinhança.

“Não é preciso ser polícia para trabalhar com segurança. Atualmente temos cursos com policiais e professores”, destacou Martins. A iniciativa ensina como identificar suspeitos e locais propícios para ação de marginais e o que fazer para minimizar os riscos. Adotada pela Seds como importante auxílio contra a criminalidade, a filosofia de polícia comunitária está presente no Osman Loureiro, Santa Maria, Carminha, Selma Bandeira, Jacintinho e Vergel do Lago.

Segundo o líder comunitário do Jacintinho José de Almeida, as Bases Comunitárias ajudaram muito a população do bairro. “A maior dificuldade que encontramos é convencer os moradores a participar das reuniões. Minha comunidade melhorou muito depois da implantação da Base Comunitária de Segurança. Temos o maior interesse que haja mais investimentos nesse modelo de policiamento”, frisou Almeida.
por Agência Alagoas