Segurança pública não é para amadores

A segurança pública não é para amadores. A segurança pública não é local para aventureiros e nem xerifes da roça. É trabalho para quem é da área, que estudou, formou-se e aperfeiçoou-se para isso, diga se de passagem estamos muito bem servidos nessa área. O atual secretário de Segurança Pública dr. Joaquim Mesquita, delegado da Polícia Federal é um dos melhores do País com grande experiência tanto na esfera nacional como internacional.
É com certeza o melhor secretário de Segurança Pública que Goiás já possuiu, basta olhar para os resultados como a redução de diversos crimes, prisão de marginas e apreensão de armas e drogas no Estado, consubstanciado com a integração das polícias, os novos equipamentos adquiridos, monitoramento de presos, uso de novas técnicas policiais, mobilidade e aparelhamento da força policial goiana. É absurda a proposta de tirar um profissional desse quilate para substituí-lo por pessoas fora da pasta formada em outras áreas, é no mínimo ridículo. Seria cômico se não fosse trágico.
A população goiana está admirada e agradecida pelo brilhante trabalho da sua força policial com a recente prisão do maior serial killer da história brasileira, é a prova mais uma vez que a Segurança Pública goiana está em boas mãos e as nossas polícias Civil e Militar entre as melhores do mundo.
Temos sim que parabenizar nosso brilhante governador pela escolha de tão boa equipe no comando da Segurança Pública, como na Polícia Civil o dr. João Carlos Gorski, um homem simples, educado, ponderado e um gigante como delegado. Na Polícia Militar o comandante geral cel. Silvio Benedito Alves, um oficial que desde que saiu da escola de formação sempre se dedicou ao serviço operacional conhecendo-o profundamente, ambas autoridades unirão as polícias Civil e Militar em um só corpo e os resultados estão aí, para todos verem.
Goiás é um dos Estado brasileiros que mais prendem marginais e mais armas apreendem, e índices de crimes bárbaros como homicídios caem paulatinamente. Aliado a eles está também o dinâmico e inteligente cel. bm Carlos Helbingen, comandante do Corpo de Bombeiros, sempre procurando inovar e aperfeiçoar cada vez mais em equipamentos e técnicas de resgate, salvamento e combate a incêndios na sua instituição. É aquela velha máxima não se mexe em time que está ganhando.
Falta de respeito com a dor das família de vítimas, descaramento e oportunismo é querer aproveitar da oportunidade de sofrimento em que viviam essas famílias, vítimas deste lunático serial killer, é fazer campanha política interessado somente em ações eleitoreiras. A Segurança Pública goiana avançou muito em Goiás nos governos de Marconi Perillo, saímos praticamente da era das carroças e dos revólveres “carioquinhas”, para a modernidade absoluta com a aquisição de novas viaturas a cada dois anos, armamento de ponta, coletes a prova de bala, salários dignos, carreira célere e muitos outras novidades tanto na Polícia Civil como na Polícia Militar.
Vimos o surgimento da Polícia Comunitária, a ronda de quarteirão, redes de apoio a segurança, o proerd, dentre muitas outras medidas, visando a valorização e o respeito ao cidadão. Precisamos sim é de parlamentares que tenham coragem de mudar a legislação criminal, com leis mais severas que não permitam a soltura de marginais como é agora, isso sim é uma atitude que pode ajudar a melhorar a segurança pública.
Parabéns ao governador de Goiás pela ótima escolha dessa brilhante equipe que compõe a nossa Segurança Pública, como cidadão goiano resta nos aplaudir e agradecer a esses nossos heróis goianos pela prisão não só do maior autor de crimes em série do País, mas também pela prisão de diversos marginais que nos assolam no nosso dia a dia, em todas nossas cidades de Goiás. Muito obrigado Marconi, com você, Goiás tem mais futuro.
(Wilmar Rubens A. Rodrigues, ten. cel/comandante do 2º Bpm)