Governo entrega UNIDADE DE POLÍCIA COMUNITÁRIA e comemora queda da criminalidade

FILOSOFIA DE PROXIMIDADE DO CIDADÃO É SUCESSO NA PARAÍBA
O Governo do Estado inaugurou, na noite dessa segunda-feira (20), a Unidade de Polícia Solidária (UPS) do centro da cidade de Cabedelo, chegando a 18 UPS implantadas em toda Paraíba. A unidade possui um efetivo de 32 policiais militares da Força Tática, comandados pela tenente Viviane Vieira, e fica instalada em um ponto estratégico do município, às margens da BR 230, com acesso rápido a escolas, igrejas, feira livre e pontos comerciais.
Além de um reforço para a segurança, a UPS promove uma aproximação maior com a população, pois trabalha a filosofia de polícia comunitária. A unidade também vai desenvolver projetos sociais para a população, a exemplo de uma escolinha de capoeira para crianças e adolescentes que já funciona na Unidade de Polícia Solidária do Renascer II, inaugurada este ano em Cabedelo.
Para o secretário de Estado da Segurança e da Defesa Social, Cláudio Lima, a Unidade de Polícia Solidária é fundamental para continuar o trabalho de redução da criminalidade no município. “Quando iniciamos o Programa Paraíba Unida pela Paz, em 2011, encontramos a cidade de Cabedelo com uma taxa de 140 homicídios por grupo de 100 mil habitantes. Com a integração das polícias, ocupação de áreas, reestruturação das condições de trabalho para o policial e estabelecimento de metas conseguimos mudar essa realidade e fecharemos este ano com uma taxa de 50 homicídios por 100 mil habitantes, que é uma redução de quase 70% em comparação ao que encontramos. A instalação da UPS vem para continuar buscando essa redução, pois trabalha a parceria com o cidadão, o que é fundamental para as forças de segurança”, destacou.
O comandante Geral da Polícia Militar, coronel Euller Chaves, lembrou as melhorias que as Unidades de Polícia Solidária promovem para a população. “A UPS é muito mais que um espaço físico, ela é um instrumento de aproximação com o cidadão, com policiais convivendo com os moradores, sendo conhecidos pelo nome e conhecendo cada cidadão também pelo nome, o que estabelece uma relação de confiança e, consequentemente, uma cultura de paz. É a polícia mais próxima do povo e estará cada vez mais”, completou.
As Unidades Polícia Solidária apresentam uma redução média de 30% dos Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI) nos bairros e comunidades onde são instaladas, de acordo com os dados do Núcleo de Análise Criminal e Estatística da Secretaria de Segurança e da Defesa Social.
Ausência de crimes - As ações da Polícia Militar foram intensificadas na cidade. Desde junho, não se registra um homicídio sequer em Cabedelo. Com a UPS no centro, que vai abrigar também a base da Força Tática, a ocupação dos espaços pelas viaturas policiais será cada vez maior.  

Redação com Secom-PB