Saiba como evitar o contágio por ebola

Após um homem ser considerado suspeito de estar infectado com o vírus do ebola no Brasil, muitos brasileiros ficaram preocupados com o contágio da doença.
Os especialistas alertam que o ebola é transmitido pelo contato direto com fluidos corpóreos, como sangue, saliva e vômito.
Parentes dos pacientes e os profissionais de saúde que os tratam são os indivíduos em maior situação de risco. Porém, qualquer pessoa que se aproxime de infectados por ebola se colocam em risco.
Conheça mais sobre a doença que já matou 1,3 mil pessoas (Arte: Agência Brasil)
Os especialistas explicam ainda que o vírus não consegue penetrar a vestimenta especial, que inclui máscara, luvas, óculos de proteção, macacão de corpo inteiro e botas de plástico, usadas por profissionais que tem contato com doentes.
A recomendação é se uma gota de fluido infectado cair na pele, ela deve ser lavada imediatamente com água e sabão, ou gel antibacterial.
Já os cuidados com os olhos são mais complicados. Um espirro que atinja o olho pode transportar o vírus para dentro do corpo.
Os médicos recomendam ainda que os pacientes que se recuperarem do contágio devem evitar as relações sexuais durante três meses ou usar preservativos.