QUERO O COLO DE PAPAI-NOEL, PARA FESTEJAR JESUS CRISTO. FELIZ NATAL.


Costumo dizer que, em nossa vida enfrentamos os mais variados momentos é como se fosse nossa casa, em determinado momento estamos na sala, ou na espaçosa cozinha, ventilação boa, espaços aconchegantes, entretanto sempre devemos nos preparar para os espaços estreitos, sem ventilação que interligam estes espaços, os corredores insalubres da vida.
  Todos acabam em algum momento enfrentando os mais variados e difíceis corredores da vida; infeliz daquele que, não se preparou para esses corredores, aqueles que, não possuem um suporte familiar para ampará-lo. Recentemente me vi atravessando um dolorido corredor; acredito que depois de três meses estou conseguindo chegar ao seu final, já percebo a claridade e o baforar de uma ventilação saudável percebo que, me abriram nova janela; sozinho já capitulava na caminhada, e, em alguns momentos pensei, que ficaria estagnado neste corredor, mas,minha esposa Lucia Carvalho, que não se afastou em nenhum momento de meu leito dando-me força,limpando-me,alimentando-me,dando-me remédios na hora certa,em fim fazendo tudo, que uma grande esposa/mulher faz(lembrou minha mãe em semelhante trato dispensado ao meu falecido pai),e,seus inúmeros amigos com suas palavras de fé,suas mensagens otimistas;minha mãe Palmira em suas constantes orações,e,eterna preocupação de mãe;meus filhos amados,noras queridas,meus queridos irmãos,especiais amigos presenciais como Cel. Pereira e esposa,Graça Carnevalle,Cel. Campos,nossos antigos vizinhos da Maurity Denise e seu esposo Marcos,Dra. Franci Rocha e seu esposo, Cel. Watrin,minha cunhada Flavia/esposo,os amigos virtuais em suas manifestações espirituais,e,de força no face book,me soergueram com suas presenças,suas palavras,suas orações,a luz de Cristo se fez presente modificando meu estado de espírito, à perseverar na luz divina,e,caminhar ao final do corredor,e,assim estou chegando a nova sala.

Neste NATAL imagino-me um menino em espírito, preciso sentar como criança (renasci) no colo de Papai-Noel, para agradecer o presente antecipado, que Deus me deu entregue por estas especiais pessoas; realmente percebo o renascimento, acho-me mais forte de corpo, e, mais espiritualizado, talvez seja ate momentaneamente, pois na realidade, sempre fui um canto de cerca, entretanto, por esta condição, mesmo que festeje papai Noel sentando em agradecimento em seu colo, em verdade estarei festejando o verdadeiro ator desta festa, Jesus de Nazaré; papai Noel será como sempre deveria ter sido, um mero coadjuvante. Não deixarei mais o velho barbudo chegar tomando conta da festa, e, ser ovacionado por todos, enquanto, num canto escondido da sala Cristo vira figura de segundo plano, isso quase sempre é rotina em toda festa natalina, presentes trocados, bebidas, e, comidas consumidas, todos gritando pelo bom velinho, e, Cristo ao largo; neste Natal, e, nos demais, para mim será diferente; festejarei o nascimento, o renascimento, a bondade, a esperança, a renovação que, Cristo sempre nos transmitiu neste especifico dia (em todos os demais). Que ninguém precise transitar os corredores da vida para perceberem, e, constatarem esta condição, já visualizada antes por mim, porem, somente agora percebida pelo exercício da necessidade de soergue-me; eu consegui ajudado pelos já nominados (agradeço a todos), e, pela fé que se fez mais forte em meu coração. Recebamos Papai-Noel, mas, festejemos o Cristo salvador.
Feliz Natal a todos que viveram comigo esta condição, e, a toda sociedade em geral.

WALMARI PRATA CARVALHO