Secretária nacional de Segurança Pública vai unificar polícias no Piauí

A secretária nacional de Segurança do Ministério da Justiça, Regina Maria Filomena de Luca Miki, chegou ao Piauí na noite de domingo (11), com o objetivo de analisar a situação do Estado nessa área e unificar as polícias. A gestora deverá elaborar, juntamente com o governo, um plano emergencial de segurança. 
A vinda da secretária foi definida após reunião do capitão Fábio Abreu, deputado federal e futuro secretário estadual de Segurança Pública, com o ministro da Justiça, José Eduardo Cardoso. Na ocasião, Fábio Abreu solicitou a vinda de 120 homens das forças federais para reforçar a segurança no Estado pelos próximos 120 dias - período que vigora o decreto de urgência administrativa.
Fábio Abreu informou que vai entregar para Regina Miki um diagnóstico que mostra a necessidade de equipamentos, viaturas e armamentos para reestruturar a inteligência da Polícia Civil e do policiamento de rua. O foco é combater especialmente os crimes de homicídio e tráfico de drogas.
O plano de unificação das polícias engloba os policiais federais, civis, militares, rodoviários e bombeiros. Ficou acordado na reunião em Brasília que o governo do Piauí deverá ceder um prédio para que o Comitê de Segurança possa funcionar. Há possibilidade de que seja cedida a sede do 1° Batalhão de Polícia Militar ou a sede do Cefap. 
Regina Miki permanece em Teresina até terça-feira (13). O plano emergencia deverá ser apresentado na tarde desta segunda, na Academia de Polícia.
Agenda
Dia 12/01 (segunda-feira)8h - Visita ao Corpo de Bombeiros / Solenidade de mudança de comando10h30 - Visita à Vila Irmã Dulce, zona Sul de Teresina16h - Visita à Academia de Polícia (Acadepol) para a explanação do projeto de emergência
Dia 13/01 (terça-feira)
8h - Visita ao Instituto de Identificação e à Delegacia Geral
9h - Visita à sede da Polícia Rodoviária Federal (PRF)

Flash de Yala Sena
Redação de Jordana Cury
redacao@cidadeverde.com