Apoio da população de Cametá à polícia ajuda a reduzir criminalidade

Rodolfo Oliveira/Ag. Pará 
Major Franklin Roosevelt, comandante (MULTIPLICADOR DE POLÍCIA COMUNITÁRIA)

O comando da Polícia Militar no município de Cametá adotou para o Carnaval deste ano uma estratégia preventiva, que já vem sendo posta em prática com resultados expressivos na diminuição da criminalidade na sede municipal e ilhas: garantir o apoio da sociedade local. 

Segundo o major Franklin Roosevelt, comandante da PM no município, bem antes de começar o período de folia a população foi convidada a ser parceira da polícia.
“Aqui costumamos distribuir cartões com os principais contatos da segurança e, principalmente, os celulares das viaturas. Desta forma, a população denuncia sempre que se sente ameaçada. As ocorrências diminuíram em 80% em Cametá e nas ilhas onde atuamos com esta prática”, frisou o comandante.
Outra estratégia que está ajudamdo a evitar crimes na região é a Vigilância Comunitária - uma espécie de rodízio feito pelos homens das famílias que residem nas áreas ribeirinhas. A cada noite um grupo de seis homens fica atento às embarcações que passam, dificultando a ação dos chamados “piratas” nos rios da região.
Educação - O trabalho preventivo da Polícia Militar no município também prioriza ações voltadas a crianças e adolescentes, realizadas por meio do Proerd (Programa Educacional de Resistência às Drogas).
Mais de 7 mil crianças e adolescentes já participaram das ações do programa, em mais de 30 escolas, o que contribuiu para reduzir em 55% o número de ocorrências envolvendo crianças e adolescentes, informou o major.


Texto:
Cora Coralina - Secom