Morto após discussão em festa

Enquanto centenas de pessoas se divertiam no último dia de carnaval, o pedreiro Dejair Ramos Valadares, vulgo “Dida”, 26, foi assassinado com dez facadas de "peixeira", após ter supostamente se envolvido em uma discussão no meio de uma festa na Avenida Oswaldo Cruz, bairro de Águas Lindas, em Ananindeua, Região Metropolitana de Belém. O corpo dele foi encontrado no meio de um terreno baldio, na Rua da Paz, no final da noite da última terça-feira (12). Uma desavença pode ter motivado o crime.
Segundo testemunhas, Dejair foi expulso por seguranças de uma festa depois de ter se envolvido em uma briga. Após isso, ele teria sido perseguido por pelo menos três homens, que o mataram no terreno.
Para a polícia, ele pode ter sido atraído para o local. O corpo da vítima foi encontrado em um terreno escuro e abandonado, no meio de um matagal, misturado com bastante lixo.

Leia mais no Diário do Pará.