Prefeito reitera apoio ao Proerd

Em Toledo, no Paraná.

O prefeito Beto Lunitti recebeu em seu gabinete, na última quarta-feira (06), o tenente Rafael Bugre Geller Dornelles e os soldados Ari e Marcante. Também estiveram presentes o líder do governo na Câmara Municipal, vereador Ademar Dorfschmidt, o assessor de Governo, João Luis Nogueira, a secretária municipal de Educação, Tania de Grandi, e a diretora do Departamento de Ensino, Neusa Koval. Na pauta do encontro, assuntos relacionados ao Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd).
O representante da Polícia Militar, Tenente Geller, iniciou a conversa explanando o trabalho realizado pelo programa nas escolas municipais. Ele explicou que o Proerd foi iniciado nos Estados Unidos, em 1983, com o nome “DARE” (Drug Abuse Resistance Education) e atualmente é desenvolvido em mais de 58 países. Dentro do programa existem seis didáticas, que vão da pré-escola até o trabalho junto às famílias. Em Toledo, o Proerd é desenvolvido com crianças de 09 a 12 anos do quinto ano do ensino fundamental das escolas da rede municipal e particular.
Segundo informações repassadas pelos policiais militares, trabalhar com essa faixa etária antecipa o consumo de entorpecentes que, em média, se inicia aos 12,5 anos. Em 2012, aproximadamente 1600 estudantes passaram pela formação. “A primeira droga que as crianças têm contato é com o álcool e isso acontece dentro de casa na maioria das vezes”, informou o soldado Ari. O militar disse também que as aulas são ministradas semanalmente, durante uma hora, e os policiais estão sempre acompanhados pela professora titular da turma. “As crianças são muito receptivas e criam, a partir do trabalho do Proerd, um laço de amizade e respeito com os policiais”.
Beto, por sua vez, agradeceu a presença e o empenho da Polícia Militar neste trabalho. Disse ainda que a administração municipal está aberta a todas as atividades que venham ajudar na prevenção dos malefícios causados pelos entorpecentes. “Sei que vocês não conseguem, através de dados estatísticos, estimar o quanto de bem este programa traz as nossas crianças. Entretanto, seus relatos nos fazem crer que temos que continuar auxiliando e dando todo o apoio para o Proerd e ajudando de todas as formas possíveis”, frisou o prefeito.
Proerd em Toledo
Iniciado em Toledo no ano de 2002, o Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd), já realizou a formatura de 23 turmas, atendendo a aproximadamente 15 mil crianças. Segundo a diretora do Departamento de Ensino de Toledo, Neusa Bacca Koval, as crianças se identificam muito com o programa e gostam da pedagogia do Proerd, que insere música e coreografias na didática dos assuntos tratados. Neusa afirmou ainda que o programa é um amparo para muitas crianças, que encontram nele apoio para partilhar problemas. “São crianças que acabam buscando, nos professores e nos policiais, esclarecimentos sobre situações que, às vezes, são vivenciados em casa, como o alcoolismo”, explicou.