Pesquisadores da UFPA em Bragança discutem parcerias internacionais


Para incentivar o processo de internacionalização da Universidade Federal do Pará (UFPA), a Pró-Reitoria de Relações Internacionais da Instituição (PROINTER) organizou, durante os dias 20 e 21 de fevereiro, uma visita técnica de uma consultora internacional especializada na elaboração e gestão de projetos para editais publicados por países e instituições da União Europeia. O objetivo do evento era ajudar os pesquisadores paraenses a formatar propostas e estabelecer cooperações internacionais para participar das concorrências por recursos destinados a universidades em todo o mundo.

Durante dois dias, Elisa Natola, da Europe for Business, empresa especializada em projetos, conheceu a realidade do campus, as linhas de pesquisa desenvolvidas e avaliou oportunidades e editais que possam receber projetos com a participação da UFPA. “É necessário entender não apenas as competências e potenciais de Bragança, como também que tipos de parcerias e cooperações internacionais podem ser realizadas a partir dos contatos já existentes”, resume a consultora.

Após a realização de um curso de Produção de Projetos, em outubro de 2012, a UFPA, com a assessoria da Europe for Business, elaborou, submeteu ou ingressou em cinco projetos de consórcio de cooperação internacional. Um dos projetos que buscam a mobilidade de alunos, docentes e técnicos é voltado para a temática “Água e gestão de recursos hídricos”. Outro se refere a tecnologias sociais que promovam a inclusão por meio da gestão e tratamento da água. Um terceiro é sobre o índice de desenvolvimento humano em vários países e outro é sobre arranjos produtivos locais. O quinto projeto é uma parceria da Federal Paraense em um consórcio internacional liderado por países europeus.

Outras duas propostas de cooperação internacional estão sendo analisadas na área de biodiversidade e de gestão de recursos hídricos e de água. Ambas devem ser candidatas em editais do Programa Erasmus Mundus de Mobilidade Internacional. “Estamos em um momento estratégico, em que um grande projeto internacional da União Europeia está se encerrando e um novo projeto, com uma participação mais ativa e de cofinanciamento do Brasil, está sendo criado, o Brasil 2020. É preciso nos prepararmos para essa nova fase e a forma de ver os projetos brasileiros na Europa e preparar parcerias com instituições e temas de interesse que atendam ao perfil dessas oportunidades”, orienta Elisa Natola.

Após mapear os temas em que a UFPA de Bragança tem expertise e interesse em estabelecer acordos internacionais e verificar os acordos de cooperação já existentes com países da Europa e da América Latina, o próximo passo é negociar pesquisas e ações de interesse de todos os parceiros em áreas estratégicas e indicar os pesquisadores que atuarão em cada iniciativa, buscando novos contatos e acordos onde eles ainda não existem.

Parcerias na área da cultura
- Os representantes da UFPA e a consultora também se reuniram com a Secretaria Municipal de Cultura e Turismo de Bragança para discutir parcerias de pesquisa e de incentivo às áreas de cultura e de patrimônio da cidade, como as festividades religiosas e os  conhecimentos tradicionais, como a Marujada.

“Em outubro, realizaremos o segundo encontro para esta capacitação em elaboração de projetos, isso porque, nesta época, já teremos mais detalhes sobre os editais ligados principalmente ao Programa Brasil 2020 e estaremos com algum tempo para nos organizarmos para submissão de propostas aos editais que devem ser lançados em janeiro de 2014”, explica Lindalva Moraes, assessora da PROINTER.

Texto: Glauce Monteiro – Assessoria de Comunicação da UFPA

Fotos: Alexandre Moraes