TV da Bélgica confirma para agosto filmagem de reality show no Marajó


TV da

Alessandra Serrão/Ag. Pará
O dia a dia dos policiais que fazem a segurança pública no Marajó, usando búfalos como montaria, será documentado por TV da Bélgica

O maior canal de televisão da Bélgica, a VRT Sputnik TV, vai realizar no Pará um documentário, no estilo reality show, tendo como cenário o Marajó, o maior arquipélago flúvio-marítimo do planeta. Na manhã desta sexta-feira (7), Socorro Costa, presidente da Companhia Paraense de Turismo (Paratur), discutiu detalhes do projeto com Paul Coldenys, produtor no Brasil da VRT Sputnik TV, que está no Pará fazendo a pré-produção do programa.

Paul chegou a Belém na última terça-feira (4) e, nos últimos dois dias, visitou o município de Soure, onde definiu para a segunda semana de agosto o início das filmagens do reality, que terá como tema principal a rotina dos profissionais que atuam no Grupamento de Polícia Montada do Marajó, utilizando os búfalos como meio de transporte.
O programa “Jobs Winthout Frontiers” (Profissões sem fronteiras) é uma série no gênero documentário-reality, que visa a interação entre belgas e estrangeiros que possuem a mesma profissão. Durante cinco dias, os profissionais se familiarizarão com o dia a dia dos colegas, conhecendo suas tarefas e aprendendo como a mesma profissão pode ser diferente e desafiadora em outro país.
Segundo Paul Coldenys, em 2012 o programa mostrou 10 profissões, em 10 países. Uma delas foi a de fazendeiro no Pantanal de Mato Grosso do Sul, onde quatro fazendeiros belgas vivenciaram a cultura e conheceram a gastronomia dos pantaneiros.
Além do Brasil, foram cenário do reality em 2012 Burkina Faso, Equador, Togo, Tailândia, Albânia, Senegal, Nepal, Moldávia e Índia.
Mercado - Segundo Socorro Costa, a Bélgica, por sua localização na Europa, está entre os mercados prioritários de atração de turistas ao Pará, inserida no Plano Ver-o-Pará (Plano Estratégico de Turismo do Pará). “Apoiar iniciativas como esta é fundamental para que o governo do Estado cumpra sua missão de promover e divulgar o Pará, seja por meio da Paratur, da Secretaria de Estado de Turismo (Setur) ou da Secretaria de Estado de Desenvolvimento e Incentivo à Produção (Sedip)”, destacou.
“Contamos com esse apoio para realizar esse projeto”, afirmou Paul Coldenys. Ele explicou que no Marajó 10 pessoas da Bélgica farão parte do programa, entre equipe de filmagem e policiais que vão interagir com o efetivo do Batalhão.
A duração do episódio é de 55 minutos, e será transmitido pela Sputnik TV de dezembro de 2013 a janeiro de 2014, com transmissão também para Holanda, França e Alemanha, com a possibilidade de chegar a outros países. Os idiomas do público que assistirá ao reality são inglês, franco, alemão e francês.
A Bélgica, cuja capital é Bruxelas, é um país com apenas 30.558 km² - bem menor que o próprio Arquipélago do Marajó. A população é de cerca de 10,4 milhões, e a moeda é o Euro. O país integra o grupo denominado Benelux, junto com Holanda e Luxemburgo, e ainda a União Europeia, a Organização das Nações Unidas (ONU), a Organização Mundial do Comércio (OMC), a Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), o Banco Mundial e o Fundo Monetário Internacional (FMI).
Segundo a Embaixada do Brasil na Bélgica, hoje mais de 45 mil brasileiros moram naquele país. De acordo com a Embratur, há um grande interesse dos belgas por viagens internacionais, e a Bélgica ocupa o 11º lugar no ranking mundial de países que mais enviam turistas para o exterior. Em 2010, 34.030 turistas belgas viajaram para o Brasil, um crescimento de 8% em relação a 2009, quando o número de visitantes foi de 31.526.


Texto:
Benigna Soares - Paratur