Detentos fazem motim em penitenciárias da Grande Belém

Do G1 PA
Complexo Penitenciária Americano Presídio Santa Isabel Pará (Foto: Reprodução/TV Liberal)Detentos do Complexo Penitenciário de Santa Isabel do Pará e unidades prisionais de Marituba iniciaram motins que foram controlados pela polícia apenas na madrugada desta sexta-feira (27). (Foto: Reprodução/TV Liberal)
Cerca de 200 homens da Polícia Militar, com o apoio da Polícia Civil e Corpo de Bombeiros, controlaram na madrugada desta sexta-feira (27) um motim iniciado por presos de quatro unidades prisionais no complexo penitenciário de Marituba (PEM I e PEM III) e Santa Isabel do Pará (CRPP I e CRPP II), na região metropolitana de Belém, na noite da última quinta-feira (26). Segundo a Secretaria de Comunicação do Estado (Secom), um preso teria sido morto durante os confrontos.
As unidades CRPI e II, que integram o Complexo Penitenciário de Santa Isabel, foram completamente depredada pelos presos, que destruíram portas, tetos e partes de paredes e calçadas para arremessarem pedras e paus contra os policiais. Vários colchões e portas foram queimados para facilitar uma possível fuga frustrada pela PM. Foram usadas bombas de gás e balas de borracha para conter a multidão de detentos. O CRPP I tem capacidade para 786 internos e atualmente custodia 1.091. Já no CRPP II a capacidade é de 288 e custodia 613.
No Presídio Estadual Metropolitano I (PEM I), que custodia 683 internos, mais de 100 presos dos blocos A e B deram início ao motim na unidade por volta das 22h. Os internos dos outros quatro blocos e do anexo não se amotinaram. A unidade prisional tem capacidade para 404 presos.
Com uso de bombas de efeito moral e armas não letais, os policiais colocaram os detentos nas celas. Alguns deles tiveram pequenas escoriações, foram atendidos pela equipe médica da unidade prisional e, de acordo com a Secom, passam bem. Alguns cadeados e portas ficaram danificados, mas já foram repostos.
Já no Presídio Estadual Metropolitano III (PEM III), os detentos se amotinaram por volta da meia noite. Os 383 internos dos seis blocos carcerários depredaram as celas da unidade prisional, colocaram fogo em colchões e tentaram fugir pelo teto. Durante a tentativa, um interno foi atingido no peito por uma bala disparada pelos policiais do Batalhão de Polícia Penitenciário (BPOP), responsáveis pela segurança armada na guarita de todo o Complexo. De acordo com a Secom, o detento chegou a ser socorrido e levado para o hospital Metropolitano, em Ananindeua, mas não resistiu e morreu. A unidade tem a capacidade para custodiar 288 detentos.
Protestos
Esposas e familiares de detentos protestam na rodovia BR-316 (Foto: Divulgação / PRF)Esposas e familiares de detentos protestaram na rodovia BR-316, na região metropolitana de Belém, na última quarta-feira (25). (Foto: Divulgação / PRF)
As esposas dos presos do Complexo Penitenciário de Santa Isabel do Pará alternaram interdições e manifestações pacíficas na rodovia BR-316, em frente ao presídio, para reclamar das condições dos detentos na última terça-feira (24). Na quarta (25), elas voltaram a ocupar uma das pistas da rodovia, que ficou interditada por cerca de 40 minutos, no sentido Castanhal-Belém.