Prefeitura do Rio multa mais de 1,2 mil pessoas por fazer xixi nas ruas


O número de foliões flagrados fazendo xixi nas ruas do Rio é quase o dobro do ano passado.
Mas, segundo a Secretaria de Ordem Pública (Seop) isso é reflexo de um trabalho mais efetivo e de uma fiscalização maior, segundo o subsecretário Marcelo Maiwald. Do dia 24 de janeiro até domingo (22), após a passagem do Monobloco, 1.264 pessoas foram multadas. No ano passado foram 720.
Na manhã desta segunda-feira (23), o Globocop flagrou ainda um carro alegórico abandonado na Estrada Intendente Magalhães, em Campinho, no Subúrbio do Rio, ocupando uma faixa da via. Maiwald informou que a Seop e a Guarda Municipal já foram acionados para que a alegoria seja retirada o mais rapidamente possível. O abandono do veículo pode acarretar multa para a agremiação.
“Ao longo dos anos a Seop e a Guarda Municipal vêm aprimorando as operações no carnaval. Além do cumprimento dos horários de início e término dos blocos, intensificamos o pós-bloco. Ou seja fazer uma dispersão mais rápida com o objetivo de causar menos transtornos para os moradores dos bairros onde houve desfiles”, explicou Maiwald.
No combate ao comércio ambulante irregular, foram apreendidos mais de 56 mil itens e mercadorias, entre bebidas, alimentos impróprios para consumo e vetados pela Vigilância Sanitária, botijões de gás e carroças. Foi feita uma ação mais preventiva em cima de depósitos e veículos que guardavam essas mercadorias.
Com relação à operação para combater o xixi nas ruas durante os blocos, o subsecretário considerou que o balanço foi positivo e mais eficiente este ano, que teve o reforço dos fiscais do programa Lixo Zero, da Comlurb.
“É um trabalho de conscientização e de fiscalização permanente. Junto com a Comlurb já estamos fazendo um estudo para aumentar o valor da multa de R$ 170 para R$ 510. O objetivo é que esse valor entre em vigor ainda em 2015”, disse o subsecretário.