Polícia Comunitária e Câmera OCR foram o foco do 2º dia do Congresso das Guardas Municipais



A importância da policia de proximidade e o monitoramento como foco na diminuição dos crimes nos municípios, foram os temas de abertura desta quinta-feira (13 de dezembro).
No cargo, Comandante da Guarda Municipal de Osasco, há oito anos, Gilson Menezes falou do policiamento comunitário, que em sua visão, é algo em desenvolvimento no Brasil. Para ele, “um congresso desta magnitude, com certeza, irá agregar novas discussões no sentido de fazer uma sinergia de aprendizado sobre as polícias municipais brasileiras, que mesmo tendo espaço no ordenamento jurídico do País ainda carecem de regulamentação”, disse Menezes.
O sistema de monitoramento, através da tecnologia OCR (Optical Characteres Recognition) e a experiência da cidade de Vinhedo fizeram parte da palestra - Políticas de Boas Práticas/Sistema de Vigilância e identificação de Placas de Veículos, do Comandante da Guarda Municipal, Osmir Aparecido Cruz.
Em São Paulo, por meio da Guarda Civil Metropolitana (SP), a capital terá em breve a tecnologia OCR através da prestação de serviços na locação das imagens de 500 câmeras. A primeira fase do projeto prevê a instalação de 30 câmeras em viaturas, dez nas motocicletas e 166 em vários pontos da cidade, tais como: centro histórico, centro expandido e as Marginais Tietê e Pinheiros. A nova ferramenta irá auxiliar na identificação de placas de veículos, licenças irregulares, rodízio, transporte coletivo, entre outras ações compartilhadas com os diversos organismos de segurança.

Questionamentos dos participantes:

Ao final, o comandante de Osasco, Gilson Menezes abriu para as perguntas. Porte de arma foi um dos temas abordados pelas Guardas Municipais. Ele esclareceu sobre o porte de arma particular que trata-se de uma conquista alcançada pela Guarda. "Vejo que um agente sem porte de arma não tem possibilidades de defesa, nem a proteção de sua família”. “Se isso é uma prerrogativa do comandante, eu tenho que trazer a responsabilidade e fazer isso”, destacou o Comandante.