Presidência destina R$ 27 milhões para fronteira de MS


A Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) investiu em Mato Grosso do Sul mais de R$ 27,5 milhões em segurança na região de fronteira, no período de junho de 2011 até novembro passado. A informação foi divulgada pela Presidência da República em resposta à memorando da OAB/MS.
Em setembro, a Seccional realizou o primeiro debate “Não Podemos Esquecer”, com autoridades da Segurança Pública do Estado e familiares de vítimas da violência. Na ocasião, os principais questionamentos foram o aumento da criminalidade em Campo Grande e a falta de fiscalização dos carros roubados no Brasil e encaminhados para a Bolívia, onde são comercializados por drogas, e nacionalizados, mesmo com comprovação dos furtos.
Do debate foi elaborado um memorando à Presidência da República, solicitando providências e informações sobre políticas de segurança na região de fronteira. Em Mato Grosso do Sul, os recursos da Senasp foram destinados a Campo Grande, Corumbá, Dourados e Ponta Porã e vários outros municípios.
De acordo com a Secretaria, o objetivo do investimento é a modernização e aperfeiçoamento de núcleos de inteligência e órgãos de Segurança Pública, e restruturar o policiamento aéreo. Além disso, o repasse é usado em ações de repressão e investigação de crimes e no fortalecimento do Departamento de Operações de Fronteira (DOF) e Delegacia de Repressão aos Crimes de Fronteira (Defron).
A Senasp informou ainda que 44 profissionais da Segurança Pública reforçam os trabalhos na região de fronteira com a Bolívia. Os investimentos fazem parte da Estratégia Nacional de Segurança Pública nas Fronteiras (Enafron), programa de fortalecimento da segurança na região fronteiriça.

http://www.fatimanews.com.br/