Operação "Paixão Nacional" da Polícia Civil atuará durante clássico RExPA

A Polícia Civil já montou o planejamento operacional para atuação durante o jogo entre Remo e Paysandu, no próximo domingo, na primeira partida da final do primeiro turno do campeonato paraense de futebol. Ao todo, 96 servidores, entre delegados, escrivães, investigadores, motoristas, peritos e administrativos, estarão em atividade na área interna e externa ao Estádio Mangueirão, com equipe de policiais civis para atender à demanda de registros de ocorrências e efetivar a lavratura de procedimentos policiais relativos a crimes em geral, e relacionados ao Estatuto do Torcedor. A operação, denominada “Paixão Nacional”, será feita de forma conjunta com a Polícia Militar, Poder Judiciário, Ministério Público Estadual, Defensoria Pública e Departamento Estadual de Trânsito (DETRAN).
Estarão em atuação 24 delegados; 42 investigadores; 20 escrivães; 4 motoristas; quatro peritos; um auxiliar técnico policial civil e um servidor administrativo. A Polícia Civil vai contar com uma unidade policial em funcionamento dentro do Estádio em uma sala cedida pela SEEL (Secretaria de Estado de Esporte e Lazer) para atender fatos que ocorram no interior da praça esportiva, antes do início, durante e após o jogo, sob coordenação da Diretoria de Polícia Especializada. Pelo planejamento, as ocorrências registradas na parte externa do Estádio e no entorno, serão direcionadas para a Seccional Urbana da Marambaia, que contará com reforço policial designado pela Diretoria de Polícia Metropolitana (DPM).
Sob coordenação geral da diretoria da Delegacia-Geral, a ação da Polícia Civil terá na coordenação, os delegados Ivanildo Santos (Divisão de Repressão ao Crime Organizado) e Pery Netto (Seccional da Marambaia). A Polícia Civil terá duas equipes para dar apoio aos policiais civis em operação. Na área interna do Estádio, haverá duas equipes, com nove policiais civis, que atuarão inclusive com uma Delegacia Móvel da Diretoria de Atendimento a Grupos Vulneráveis (DAV), da Polícia Civil.
Na sede do DETRAN, situada próxima ao Estádio, haverá sete equipes policiais, que contarão com duas Delegacias Móveis da Polícia Civil. No domingo, haverá reforços de policiais civis nas seguintes unidades policiais: Divisão de Repressão ao Crime Organizado (DRCO); na Seccional Urbana da Marambaia; Delegacia do Benguí; Delegacia da Cabanagem; Delegacia do Marco; Seccional Urbana da Pedreira e Seccional Urbana do Paar. Cada unidade, contará com uma equipe de policiais a mais para atender a possível demanda de ocorrências decorrente do jogo. O Tribunal de Justiça contará com três ônibus na área do Estádio para aplicar o Estatuto do Torcedor em casos de delitos cometidos em um raio de até 5 quilômetros do local da partida.

http://www.policiacivil.pa.gov.br/?q=node/6984